Twitter abre cadastro para interessados em testar novidades da plataforma

Por Wagner Wakka | 21 de Fevereiro de 2019 às 11h22

O Twitter abriu inscrições para usuários interessados em fazer parte do seu programa de testes para novas experiências da plataforma. No site da companhia, há agora um pequeno formulário pelo qual é possível demonstrar interesse em fazer parte do programa.

O usuário precisa informar apenas alguns poucos dados, já que que grande parte dos outros como nome e e-mail, a empresa já tem. Assim, basta colocar seu nome de usuário, língua nativa, país no qual reside e em qual plataforma mais usa a rede social (Android, iOS, PC…). Após isso, a companhia promete novidades “em algumas semanas” por e-mail.

Neste programa, os usuários terão acesso a testes de novidades da plataforma. A primeira deve ser o novo design que a empresa deve trazer para tentar incentivar mais conversas na rede social. A ideia é que o Twitter não somente seja um espaço para postagens e respostas, mas incentive você a ter conversas verdadeiras.

Em janeiro deste ano a companhia apresentou uma versão beta do “novo Twitter” para alguns jornalistas nos Estados Unidos e revelou algumas ideias, como dar um formato mais arredondado aos botões, criar um mecanismos em que o usuário pode indicar o contexto de sua fala, além de mensagens que estimulem a interação entre as pessoas.

No começo deste mês, o CEO da companhia, Jack Dorsey, participou de uma sessão de perguntas e respostas com a jornalista Kara Swisher em que foi sabatinado com vários problemas da rede social. Entre eles, como o Twitter estava trabalhando para lidar com os vários casos de assédio que ocorrem diariamente.

Dorsey ainda é muito criticado pelo caráter ambíguo e subjetivo com que responde questionamentos de jornalistas sobre os problemas do Twitter. Portanto, começar a trazer essas mudanças para as mãos da imprensa, especialistas e usuários pode ajudar a dar mais credibilidade sobre ações de mudança na rede social.

É possível que os usuários participem usando um app completamente novo, em fase experimental. O foco inicial será trabalhar com estes problemas de conversação que Dorsey acredita que a plataforma tem atualmente, de forma transformar as interações em algo mais saudável.

Contudo, a ideia é que, com o tempo, este beta funcione como a principal ferramenta para o Twitter testar novas ideias de propostas dentro da plataforma.

O programa de testes vai aceitar apenas alguns milhares de usuários, sendo que não será preciso guardar segredo sobre o que aparece por lá. Aliás, pelo contrário, o site encoraja os testers a informarem sobre o que o Twitter anda modificando e levar essa discussão para suas comunidades. Grande parte dos participantes da fase de testes serão falantes do inglês e japonês, portanto, não fique triste se você não for chamado. Outro ponto é que, à princípio, os testes estão sendo disponibilizados apenas para usuários do iOS.

Mudanças

Como o beta já foi apresentado a jornalistas em janeiro, esta nova experiência de rede terá também mudanças no design. Além de botões com formatos mais arredondados, o desenho da timeline deve se tornar algo mais parecido com o que é o de Direct Messages. Ou seja, tentar transformar mais as postagens em conversas.

A empresa também pretende esconder engajamentos e respostas nos tweets, sendo necessário clicar em cada um para ver as respostas. Outra mudança é que as “conversas” (a troca de mensagens entre duas pessoas na timeline) deve passar a ser marcada com uma mesma cor para facilitar o entendimento. Ainda, neste esquema de cores, as pessoas que você já segue seriam indicadas com destaque em azul nas respostas, enquanto os novos perfis apareceriam apenas em cinza.

Outro problema que a plataforma tem é que, quando muita gente responde a um tweet de uma vez, a tendência é de que esta conversa se torne muito poluída e difícil de entender. A ideia portanto seria ou não permitir tantas respostas, ou apenas mostrar em primeiro lugar as mensagens de quem você já segue.

O formulário para se inscrever está disponível no site do Twitter.

Fonte: TechCrunch, Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.