Tráfego do Twitter dobrou na noite da eleição nos EUA

Por Redação | 09 de Novembro de 2016 às 15h47

As mídias sociais foram massivamente utilizadas na noite da eleição para presidente dos Estados Unidos, que aconteceu na última terça-feira (8). Se o tráfego geral da internet ficou abaixo da média – provavelmente porque muitas pessoas estavam de olho na cobertura realizada pela TV – Twitter e Facebook apresentaram muita movimentação.

A rede social de Mark Zuckerberg teve um aumento de quase 30% na última noite, enquanto o tráfego do Twitter mais do que dobrou no período. Os dados foram divulgados pela empresa de redes de banda larga Sandvine, que acompanhou o impacto da eleições na internet.

Enquanto as pessoas focaram nas redes sociais, a Netflix apresentou um grande declínio na sua audiência, que geralmente é a maior fonte de tráfego de internet na América do Norte. Os níveis de acesso caíram até 25% em comparação com o dia anterior ao das eleições que levaram Donald Trump à Casa Branca.

As métricas apresentadas pela pesquisa indicam que as redes sociais têm se tornado cada vez mais o principal local onde os usuários buscam informações online. Isso significa que as empresas por trás dessas plataformas precisam agir com mais responsabilidade em relação à propagação da desinformação.

Os resultados se basearam em uma amostra de redes dos Estados Unidos que tem sido bastante representativa para o tráfego geral do país.

Via Tech Crunch

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.