Tiroteio é transmitido ao vivo pelo Facebook

Por Redação | 13 de Julho de 2016 às 18h50

Três pessoas foram vítimas de um atirador na noite desta terça-feira (12), na cidade de Norfolk, nos Estados Unidos, em um ataque que foi completamente transmitido pelo Facebook. O streaming ao vivo acontecia a partir de um homem identificado como TJ Williams, que ouvia música e fumava em um carro, com os amigos, antes de tudo acontecer.

A transmissão já estava no ar há cerca de cinco minutos, com o trio conversando com seguidores, quando o ataque começa. O atirador, ainda não identificado, disparou 30 vezes contra o veículo em que eles estavam em um intervalo de cerca de meio minuto. Ninguém morreu, mas de acordo com as autoridades, pelo menos dois deles correm risco de vida por ferimentos na têmpora e no pescoço.

No total, a transmissão ao vivo dura cerca de uma hora e meia, apesar de o rosto das vítimas só poder ver visto nos primeiros cinco minutos, antes dos disparos acontecerem. Na sequência, é possível ouvir os gritos dos baleados e também a voz de um homem, a quem um deles pede para que chame uma ambulância.

Esse indivíduo, também não identificado, permanece com os feridos durante todo o tempo, acalmando-os e auxiliando nos primeiros socorros. Ele também pede que um dos baleados mantenha a consciência e “não durma”. Os paramédicos chegam cerca de 10 minutos depois de chamados e o streaming continua muito tempo depois de as vítimas serem levadas ao hospital, sendo encerrado, supostamente, quando a bateria acaba.

A polícia de Norfolk diz ainda não conhecer a identidade do atirador nem os motivos que levaram ao ataque. As autoridades também estão estudando as imagens, que foram retiradas do Facebook após mais de 50 mil visualizações, como uma possível forma de encontrar mais informações sobre o suspeito.

Fonte: Daily Mail

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.