Rob Kardashian pode ser preso após postar nudes de Blac Chyna

Por Redação | 06.07.2017 às 19:00

Rob Kardashian, irmão de Kim Kardashian, expôs fotos íntimas da modelo Blac Chyna, com quem tinha um relacionamento, no Instagram. Na última quarta-feira (5), o herdeiro acusou Chyna de traí-lo e, por conta disso, começou seu revenge porn. Para sua vingança, Rob Kardashian postou uma fotografia de Chyna de saia e sem calcinha. "Chyna me mandou isso ontem. Nunca fui tão desrespeitado na vida. Acabei de comprar US$250 mil dólares em joias para ela ontem. Essa mulher só me desrespeita e eu não ligo mais", escreveu.

Além disso, Kardashian publicou uma fotografia dizendo que Chyna fez uma cirurgia secreta depois que a filha do casal nasceu. "Tudo mundo se pergunta como a Chyna perdeu todo aquele peso depois do bebê e ela mente para todo mundo, mas não, sou um ótimo marido, e no nosso aniversário paguei US$100 mil numa cirurgia para que eles consertassem o máximo que pudessem", postou Kardashian. "E adivinhe o que ela fez depois que sarou e eu estava ao lado dela o tempo todo? Ela me deixou e deixou o bebê que teve por despeito, para voltar com o pai de seu outro filho. Não acredito que você me desrespeitou assim", completou. E como se tudo isso não bastasse, o herdeiro chegou a postar o número de telefone de Chyna.

Diante de todo o caos formado, afinal, Rob tem 9,2 milhões de seguidores, o Instagram acabou suspendendo a conta do rapaz, mas nem assim ele ficou satisfeito. "Já que o Instagram me bloqueou, espiem pelo meu twitter, lol", escreveu.

Para além de todo o constangimento, na Califórnia, onde vive o astro, pornô de vingança é crime. Por isso, se condenado, Rob Kardashian pode passar seis meses na prisão e/ou pagar uma multa de US$ 1 mil (o que não deve incomodá-lo). Apesar disso, Rob pode ganhar ainda mais dor de cabeça. Segundo a advogada especialista em pornô de vingança, Carrie Goldberg, ele poderá ter que enfrentar Chyna nos tribunais. "Ela pode processá-lo por danos e conseguir uma medida cautelar contra ele", explicou.

"A ex de Rob Kardashian é vítima de um crime — um crime que a Califórnia leva a sério. O fato de Rob ter 9,2 milhões de seguidores torna o ataque à privacidade sexual dela particularmente cruel. Essas fotos provavelmente foram copiadas por milhões de seguidores assim que foram postadas. Isso vai seguir essa mulher pelo resto de sua vida", completou. "Também fico feliz em ver quanta gente está comentando essa história nas redes sociais expressando choque com o ato de Rob. Isso significa que mais e mais pessoas entendem que vazar fotos ou vídeos íntimos de alguém — não importa a 'justificativa' ou defesa — nunca é certo."

Via Vice