Reddit: mesmo após pedido de desculpas, comunidade continua furiosa

Por Redação | 09.07.2015 às 16:59
photo_camera Reprodução/Reddit

Quase uma semana após o começo da polêmica, a guerra interna no Reddit continua. Moderadores e administradores de espaços de discussão famosos dentro da rede social continuam criticando publicamente a administração do site pela demissão abrupta de Victoria Taylor, uma de suas gerentes de comunidade, mesmo após o pedido de desculpas da CEO Ellen Pao, que admitiu que faltou comunicação entre a companhia e seus membros mais importantes.

Em um artigo especial publicado no jornal The New York Times nesta quarta-feira (8), dois moderadores de comunidades importantes afirmam que o pedido de desculpas não foi nem perto do suficiente. Para eles, admitir que houve uma “falha de comunicação” implica que, em algum momento, houve algum tipo de contato entre os administradores do Reddit e a comunidade, algo que, afirmam eles, jamais aconteceu.

Mais do que uma retratação pública, eles pedem uma explicação mais profunda sobre os eventos que levaram à demissão de Taylor, uma das executivas mais importantes da empresa, justamente por causa de seu contato direto com a comunidade. Ela era uma das responsáveis pelos famosos fóruns “Ask Me Anything” (AMA), nos quais celebridades e personalidades respondiam diretamente às perguntas dos internautas. Até mesmo o presidente Barack Obama já passou por uma sabatina desse tipo.

A demissão gerou revolta entre alguns dos responsáveis pelos fóruns do Reddit. De acordo com informações internas, a dispensa da executiva teria levado ao abrupto cancelamento de um AMA que aconteceria nos próximos dias – o convidado teria sido, inclusive, levado até os escritórios da empresa em Nova York, recebendo apenas lá a notícia de que a entrevista estava cancelada. Isso levou a página a fechar as portas para seus usuários até que as coisas se acertassem.

Foi daí que surgiu o movimento contra a administração da companhia, quando outros moderadores, como os responsáveis pelas partes de jogos eletrônicos, ciência e literatura, por exemplo, também bloquearam o acesso em solidariedade ao ocorrido. Muita gente ficou sem entender o que estava acontecendo até que os próprios administradores vieram a público para explicar a situação.

Mais do que isso, a demissão teria cortado o único ponto de contato entre o Reddit e personalidades importantes, já que Taylor seria a única responsável por esse trabalho. Muitas vezes, ela moderava pessoalmente as sessões AMA mais procuradas, passando as perguntas aos entrevistados e digitando diretamente as respostas, além de entrar com contato direto com agências e assessorias para garantir que mais e mais eventos do tipo acontecessem.

Os autores do texto, Brian Lynch e Courtnie Swearingen, dizem trabalhar no Reddit por amor, sem ganhar um centavo por isso. Eles ganham a vida como advogados e dedicam horas e horas de seus tempos livres para a moderação de fóruns e o fomento de discussões interessantes dentro da comunidade. Para eles, a demissão de Taylor, sem explicação nem aviso prévio, veio como um tapa na cara daqueles que fizeram e ainda fazem a rede social ser o que ela é.

A dupla afirma que a ideia do “protesto” não foi prejudicar o Reddit nem a comunidade, mas sim fazer com que a diretoria da empresa perceba o impacto que direções abruptas e unilaterais podem ter. Para os autores, já faz algum tempo que a companhia não leva a sério a comunicação com seus moderadores, que clamam por um suporte e apoio mais adequados ao trabalho que realizam, além de proporem mudanças e assumirem para si muitas das responsabilidades.

“Prestem atenção à base de usuários. [Nós não somos] uma multidão aos berros”, conclui o texto. Os autores afirmam também esperarem que uma pessoa tão capacitada quanto Taylor, e com o mesmo amor pela comunidade, seja contratada para o cargo e faça um trabalho semelhante, de forma a minimizar os danos o máximo possível.

Fonte: The New York Times