Protótipo do Twitter tornou mais fácil dar like em qualquer tweet

Por Rafael Rodrigues da Silva | 28 de Abril de 2019 às 12h30
Divulgação
Tudo sobre

Twitter

Saiba tudo sobre Twitter

Ver mais

Uma das coisas que Jack Dorsey, CEO do Twitter, mais odeia é o botão de curtir um tweet. Em diversos momentos o executivo já falou sobre o caso, e várias vezes até mesmo já ameaçou se livrar do recurso de vez. Mas, pelo visto, sua equipe de desenvolvimento ainda não desistiu da possibilidade de dar um like em publicações na rede social. Isso porque o twttr — o aplicativo protótipo onde a companhia está testando diversos novos conceitos e ferramentas que poderão futuramente ser implementadas no Twitter — tornou mais fácil o ato de curtir um tweet.

Na versão mais recente do app, que foi lançada na quinta (25), o twttr incluiu uma função que permite curtir uma postagem apenas deslizando o dedo sobre a tela. Antigamente esse gesto — o deslizar da direita para a esquerda da tela — só funcionava para curtir tweets dentro de uma thread, que esconde os botões de engajamento, mas a partir da última atualização é possível usar o gesto para curtir a postagem em qualquer lugar do app, seja na timeline principal, nas notificações, dentro de uma página de perfil ou até mesmo nos resultados de busca.

A novidade faz sentido, pois permitir que o gesto funcione em todos os locais do app acaba com a estranheza do fato de que curtir um tweet com um movimento gestual funcionava em algumas partes do app e não em outras. Mas é estranho ver o aplicativo tomando essa atitude.

Isso porque, apesar de o twttr não ter sido desenvolvido para ser a visão do que o CEO da empresa espera da plataforma, mas sim uma forma experimental de se desenvolver um novo Twitter com a ajuda da comunidade, a ideia por trás desse projeto sempre foi a de reinventar alguns dos elementos-chave de interação na plataforma, dando menor ênfase a curtidas e seguidores e incentivando o uso da plataforma para conversas mais profundas.

Apesar disso, é também bom lembrar que o twttr é um projeto de desenvolvimento conjunto com a comunidade — e a comunidade adora o botão de curtir. Quando Dorsey mencionou pela primeira vez que estava pensando em se livrar do botão, ele acabou gerando uma enorme revolta em toda a comunidade do aplicativo, e obrigou a empresa a se retratar dizendo que aquela era apenas uma possibilidade futura que estava em discussão, mas que nenhuma atitude seria tomada no momento.

Assim, não é difícil imaginar por que, mesmo sendo contrário à visão de seu CEO, o Twitter está testando facilitar o ato de curtir um tweet. E, ao mesmo tempo, é interessante notar o quão diferente é um processo de desenvolvimento de produto quando a opinião mais relevante é a do consumidor, e não a do CEO da empresa.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.