Presidiários do Texas estão proibidos de aparecer em redes sociais

Por Redação | 17 de Abril de 2016 às 17h00

Mesmo sendo uma atividade proibida, é bastante comum sabermos de presidiários utilizando smartphones não somente para realizar golpes a distância em pessoas inocentes, como também para atualizar suas redes sociais. Mas este não é um problema exclusivo dos presídios brasileiros, e o estado norteamericano do Texas acaba de proibir definitivamente qualquer aparição de seus detentos na internet.

presidiário no Facebook

Exemplo de perfil no Facebook de um presidiário da Califórnia que foi derrubado após o pedido das autoridades (Reprodução: Divulgação)

Seja utilizando aparelhos contrabandeados ou por meio de contas de parentes, é de certa forma comum encontrarmos publicações no Twitter ou no Facebook mostrando integrantes de populações carcerárias, e Jason Clarck, do Departamento de Justiça texano, contou que esses presidiários têm utilizado as mídias sociais para ganhar popularidade, vender produtos a distância e assediar suas vítimas e parentes de vítimas.

A partir de agora, detentos que forem flagrados nas redes sociais terão suas contas de usuário derrubadas através de um pedido oficial do presídio que será enviado ao suporte desses serviços. Mas a problemática será quando os parentes dos encarcerados publicarem fotos deles em suas contas, e não na conta do presidiário. Afinal, o poder público não tem o direito de derrubar a conta de uma pessoa livre que não está infringindo as normas de uso da rede social em questão.

Sobre essa questão delicada, um porta-voz do Twitter disse ao Cnet que nas diretrizes da rede social com relação à aplicação das leis está claro que o site tirará do ar qualquer conta que as autoridades julgarem necessário, e que somente no segundo semestre de 2015 o estado do Texas solicitou a remoção de 123 contas. Já um representante do Facebook contou que a rede social permite a criação de páginas de homenagem a alguém (como quando algum usuário falece e sua família decide transformar sua conta em uma espécie de memorial). Esse recurso pode ser usado quando algum parente é preso, para que seu perfil permaneça no ar como uma lembrança durante o período do cumprimento de sua pena.

Fonte: Cnet

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.