Polícia Civil prende suspeitos de compartilhar pedofilia pelo WhatsApp

Por Felipe Demartini | 28 de Agosto de 2019 às 12h50
Tânia Rego/Agência Brasil

A Polícia Civil realizou nesta quarta-feira (28) a Operação Imperium, voltada para desbaratinar uma quadrilha que usa o WhatsApp para compartilhamento de pedofilia. 13 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos no Rio de Janeiro e em outras oito cidades da região metropolitana e interior do estado.

Duas pessoas foram presas em flagrante e outras nove foram levadas a delegacias no Rio de Janeiro (RJ) para averiguação. De acordo com a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav), a quadrilha seria composta por homens e mulheres, com suspeitos também fora do estado do Rio de Janeiro e até mesmo fora do país, com um grupo no WhatsApp servindo como o centro das operações de compartilhamento do material de pedofilia.

De acordo com a delegada Cristiane Aguiar, da Dcav, o controle e monitoramento dos pais quanto à atividade online de crianças e adolescentes é o principal caminho para evitar que elas sejam vítimas de crimes desse tipo. Em entrevista à CBN, ela alerta os responsáveis para que fiquem atentos a mudanças de comportamento que possam indicar a existência de abusos ou ameaças desse tipo.

Também participam da operação a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB) e o Departamento Geral de Polícia do Interior (DGPI). Os mandados devem continuar a ser cumpridos na tarde desta quarta.

Fonte: Agência Brasil, CBN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.