Pinterest oferece novo tipo de propaganda, agora com recurso de vídeo

Por Redação | 17 de Agosto de 2016 às 23h40
photo_camera Pinterest

Nesta quarta-feira (17) a rede social Pinterest revelou sua mais nova funcionalidade de propaganda em vídeos. O novo formato de publicidade, que está disponível apenas para o aplicativo móvel, é mais do que apenas um GIF, mas ainda está longe dos convencionais vídeos automáticos populares no Facebook, Twitter e Tumblr.

Ao invés de rodar o vídeo diretamente no feed das pessoas, o Pinterest vai inserir um Cinematic Pin, recurso lançado no ano passado que exibe apenas algumas cenas do vídeo à medida que o usuário vai rolando a tela. As pessoas vão precisar tocar nessa espécie de GIF ou teaser para ver o vídeo todo, os quais podem durar até 5 minutos e terem o formato horizontal, vertical ou quadrado. No entanto, mesmo que ninguém veja os vídeos por completo, as empresas anunciantes vão pagar pelo espaço disponibilizado.

Segundo Mike Bodgoli, responsável pelos produtos de geração de recursos para empresa, o Pinterest vai cobrar por cada mil exibições dos teasers no feed de notícias dos usuários. Para se ter uma ideia, o Facebook cobra por cada visualização dos seus vídeos exibidos, porém eles são ativados automaticamente, ficando a cargo das empresas interessadas analisarem qual método vale mais a pena.

Pinterest

(No novo recurso, o vídeo é reproduzido no topo da página, enquanto os produtos ficam expostos logo abaixo)

A equipe de marketing será capaz de fazer seus próprios cálculos de quanto eles estão pagando pela exibição do vídeo propriamente dito. A rede social vai informar para os anunciantes quantas vezes a prévia foi exibida, quantas vezes ela foi acionada para exibição dos vídeos – incluindo visualizações parciais de 25%, 50%, 75% e até 100% do conteúdo – e quantos pins foram gerados a partir deles.

Além do controle sobre as visualizações, as marcas terão total poder de decisão sobre quais imagens do vídeo serão apresentadas no pequeno GIF de teaser, desde que utilizem o sistema interno do Pinterest para produzi-lo. Após tocar na prévia, uma nova página será aberta exibindo o vídeo em um player remodelado no topo da página e com uma galeria de produtos da marca logo abaixo. O novo player permite que o vídeo seja exibido tela cheia ou parcialmente, e enquanto isso, o usuário pode navegar pelas postagens relacionadas com a marca que acompanha o clipe.

Quando o usuário se interessa e seleciona algum produto anunciado, o vídeo é interrompido e uma nova página é aberta. Depois de dar uma olhada no produto, a pessoa pode voltar à página anterior e continuar o vídeo exatamente de onde ele parou. Até agora, 12 empresas americanas já fecharam contrato e estão anunciando seus produtos com a nova ferramenta, entre elas Universal Pictures, Garnier e Lionsgate. Por enquanto, apenas empresas dos Estados Unidos e do Reino Unido com perfis no Pinterest podem usar esse recurso, mas a rede social garante que está trabalhando em um método para atender a qualquer companhia, mesmo sem prazo definido.

Outra informação que não foi relevada é quando os anúncios em vídeos chegarão aos sites mobile e desktop. Por enquanto, a companhia diz que não tem nenhuma pretensão de fazer uma versão web, já que mais de 80% dos usuários navegam na rede pelo celular ou tablet, mas não negou que haja essa possibilidade futura.

Via: MarketingLand

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.