Pinterest investe no bem-estar emocional dos usuários

Por Redação | 23 de Julho de 2019 às 22h10
Tudo sobre

Pinterest

Saiba tudo sobre Pinterest

Ver mais

As redes sociais podem ser estressantes e nada saudáveis para a autoestima ou para a ansiedade. Com isso em mente, o Pinterest resolveu investir no bem-estar emocional de seus usuários, e está preparado para lidar com pesquisas que remetam a algum problema de saúde mental, como "mutilação" ou "suicídio". Além disso, a rede social também desenvolveu uma série de atividades para ajudar quem sofre com ansiedade.

Busca compassiva

Pinterest direciona para o Centro de Valorização da Vida (CVV) se o usuário pesquisar termos fortes como "suicídio"

O Pinterest consiste, basicamente, no compartilhamento de fotos. Diferente do Instagram, o foco nessa rede social é salvar algumas fotos e criar coleções com elas. É muito comum a utilização por parte de artistas em busca de inspiração, por exemplo. Funciona assim: o usuário digita na barra de pesquisa e o aplicativo mostra as fotos que outras pessoas compartilharam com essa marcação. No entanto, se o usuário pesquisar "suicídio" ou outro termo nesse estilo, o aplicativo não dá nenhuma imagem, e deixa algum contato referente a prevenção de suicídio. No Brasil, o contato deixado é o 188, do Centro de Valorização da Vida (CVV). Essa ação foi intitulada de busca compassiva.

A rede social também deixou de exibir resultados de pesquisa de assuntos polêmicos repletos de informações errôneas, como o caso das vacinas, e "tenta te ajudar" se você pesquisar algum termo que remeta a distúrbios alimentares, como "bulimia", direcionando também para outro link com mais informações sobre o problema.

Atividades de bem-estar emocional

Nova coleção de atividades interativas do pinterest colaboram para o bem-estar dos usuários (Foto: Newsroom)

Além da busca compassiva, outra aposta do Pinterest para cuidar da saúde mental de seus usuários é a coleção de atividades de bem-estar emocional, desenvolvida por um grupo norte-americano de especialistas em saúde emocional do Brainstorm, no Stanford Lab for Mental Health Innovation e com orientação da Vibrant Emotional Health e do National Suicide Prevention Lifeline. A coleção consiste em práticas interativas para ajudar a relaxar, respirar fundo, praticar gratidão ou exercícios de autocompaixão.

"Esses recursos parecem diferentes do resto do Pinterest, e isso porque a experiência é mantida separada. As interações das pessoas com essas atividades são privadas e não estão conectadas à sua conta. Isso significa que não mostraremos recomendações ou anúncios com base no uso desses recursos. O Pinterest também não rastreia quem os usa. Todas as atividades são armazenadas anonimamente usando um serviço de terceiros", escreveu Annie Ta, gerente de produtos do Pinterest, no blog oficial do aplicativo. A gerente ainda afirmou: "Sentimentos e experiências da vida real passam para nossas vidas online. Por exemplo, no último ano, houve milhões de buscas nos EUA relacionadas à saúde emocional no Pinterest".

A coleção de atividades interativas vai ficar disponível apenas nos Estados Unidos, em princípio, e está prevista para ser lançada nas próximas semanas. Segundo o comunicado no blog oficial, a ideia é que a experiência seja expandida a usuários do mundo inteiro.

Fonte: The VergePinterest Newsroom

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.