Pinterest abre recurso que melhora ação de anunciantes em 5.000 interesses

Por Redação | 22 de Setembro de 2017 às 14h08

O Pinterest é uma rede social que se constrói em torno da descoberta visual — que ocorre quando você entra no site ou aplicativo, vê algo que gosta e mergulha imediatamente no buraco do coelho. Assim como toda rede social, com a diferença de que seu apelo é puramente visual.

A rede construiu, então, um extenso conjunto de ferramentas, usadas internamente, para descobrir para qual buraco de coelho é possível desviar os usuários, e agora está abrindo parte dessas estratégias para os anunciantes.

O Pinterest desbloqueou mais de 5.000 interesses que os anunciantes podem usar para segmentar suas ações, uma funcionalidade que a rede social chama de Taste Graph. Essa é a nomenclatura do sistema capaz de descobrir não só o que os usuários gostam, mas também como suas preferências mudam ao longo do tempo — como tópicos que de repente se tornam interessantes e idéias que viram irrelevantes.

Comportamento do usuário

É outro movimento que leva o Pinterest a se posicionar como uma alternativa às grandes plataformas, com um conjunto de dados exclusivos baseados no comportamento do usuário.

O Taste Graph era usado até recentemente para o conteúdo orgânico da rede social, mas agora vai buscar um caminho que una os interesses de usuários aos dos anunciantes.

Outro passo em direção ao mercado aconteceu no início do ano, quando o Pinterest disse que levaria sua tecnologia de pesquisa visual para seus anúncios.

Agora, com a exploração do Taste Graph, a rede espera melhorar seus produtos publicitários, a fim de ajudar os anunciantes a acessar usuários com interesses muito mais específicos.

Em busca da segmentação

A palavra-chave nesse momento para o Pinterest é segmentação. Quanto melhor for esse movimento, mais provável que um usuário se envolva com um anúncio — o que significa melhor retorno para o anunciante e Pinterest.

Esse tipo de anúncio, com segmentação cirúrgica, tem menos probabilidade de causar impacto negativo na experiência do usuário.

A expectativa do Pinterest é de construir um negócio de publicidade que não só influencie os usuários em cada etapa do seu ciclo como consumidor, mas também demonstre às marcas que os anúncios levaram a uma conversão. 

Fonte: TechCrunch

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.