Periscope começa a exibir anúncios antes das transmissões

Por Redação | 28 de Março de 2017 às 12h42
photo_camera Divulgação/Periscope

Enquanto o Facebook segue em seu processo de metamorfose para se transformar no Snapchat, a concorrência segue seu caminho para incentivar os usuários a utilizarem mais suas ferramentas. Desta vez é o Twitter que acaba de anunciar uma novidade para dar um novo fôlego ao Periscope, seu aplicativo de transmissão de vídeos ao vivo. A partir desta terça-feira (28), a plataforma passa a permitir anúncios.

A ideia é que, com essas inserções publicitárias, os próprios produtores de conteúdo recebam uma parcela da receita gerada pelas visualizações. Como o próprio Twitter explica, é “uma oportunidade de monetização de conteúdo para criadores e de marcas aproveitarem interações relevantes na plataforma para se relacionarem com consumidores”.

Os anúncios são inseridos no modelo pre-roll, ou seja, antes do início das transmissões, e são exibidos tanto durante os vídeos ao vivo quanto em reproduções posteriores. “Com a mudança, o processo nos vídeos do Periscope passa a ser semelhante ao que ocorre em outros formatos de vídeo do Twitter: a visualização de conteúdos transmitidos ao vivo ou reproduzidos pode ser precedida por um breve anúncio”, explica a empresa em nota. Ainda segundo a companhia, pelo menos neste primeiro momento, a novidade vai estar restrita a um grupo de anunciantes para testar o poder e o alcance das propagandas. A expectativa é que os demais usuários possam se beneficiar disso somente nos próximos meses.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Para o Twitter, o formato pre-roll é considerado o ideal para essas transmissões ao vivo, pois permite que as marcas e anúncios cheguem às conversas e ao interesse de seus consumidores. Além disso, a empresa destaca que o consumo de vídeo aumentou intensamente na rede social e que, por isso, faz todo o sentido seguir investindo nesse formato.

Ainda assim, resta saber se essa saída é a melhor solução para manter o Periscope vivo. Embora a proposta do serviço tenha sido inovadora em seu lançamento, a sua fórmula logo passou a ser integrada a outras plataformas, como o próprio Facebook e Instagram, que incorporaram transmissões ao vivo às suas redes e dificultaram a vida do Twitter. Sendo assim, vamos esperar para ver se as coisas mudam de figura.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.