Para mascarar fracasso, Facebook testa fantasmas em modo Stories

Por Redação | 05 de Abril de 2017 às 11h35

O Facebook até que tentou, mas parece que a sua mais recente tentativa de replicar as funções do Snapchat não conseguiu conquistar nada além do que algumas piadas em redes sociais e um fiasco retumbante. Afinal, pouco tempo depois de anunciar a chegada do modo Stories à sua plataforma, tudo o que os usuários viram foi uma nova ferramenta que absolutamente ninguém usa. E a empresa já está testando uma forma de reverter essa situação negativa — ou, pelo menos, fingir que as coisas não estão tão ruins assim.

Na tentativa de incentivar as pessoas que preferem usar as histórias do Instagram, ou mesmo do Snapchat, a usarem o recurso no Facebook, a empresa vai colocar mais ícones na área das histórias que atualmente se encontra vazia. São pequenos ícones apagados, como fantasmas, que vão ficar ali para lembrá-lo de que aquele ponto deveria estar ocupado e que você pode mudar isso. A ideia é encorajar as pessoas ao mesmo tempo em que mascara o fracasso que está sendo o Stories.

Os contatos exibidos serão de pessoas com quem você mais interage na rede social. Seja amigos, namorado(a) ou familiares, a lógica é que, se você conversa e compartilha muitas coisas com aquela pessoa, talvez queira dividir algumas de suas histórias também. O curioso é que o ícone vai ser exibido independentemente do fato de a pessoa ter ou não usado o recurso anteriormente. E, se você tocar nas fotos dessas pessoas, vai receber uma mensagem informando que ela ainda não dividiu nada com você.

Essa nova forma de visualização ainda está em fase de testes e não está disponível para todo mundo, mas um bom número de usuários já relatou ter percebido a mudança na interface. Nada que tenha feito com que elas fizessem uso da função, mas o suficiente para cumprir o objetivo básico de informar as pessoas de que é possível usar o Stories por ali.

Como muito bem pontuou o site The Verge, há uma fina ironia nessa novidade. Ao mesmo tempo em que tenta dar volume a algo que nasceu vazio, o próprio Facebook coloca fantasmas para ocupar a função que ninguém usa. Isso serve apenas para reforçar a ideia de que as pessoas não estão interessadas em algo que a companhia vem incessantemente replicando de outro serviço. A estratégia pode até ter funcionado com o Instagram, mas repeti-la no Facebook e até mesmo no WhatsApp não teve o mesmo efeito e o que vemos hoje é apenas uma tentativa de fingir que as coisas não deram tão errado assim.

Via: The Verge

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.