LinkedIn começa a permitir gravação de vídeos de até 30 segundos

Por Redação | 03.08.2016 às 11:23

O LinkedIn disponibilizou um novo recurso para oferecer melhor conteúdo para seus usuários. A rede social especializada em carreira está adicionando uma ferramenta que permite gravar vídeos de até 30 segundos para ser compartilhado com seguidores. De início, o LinkedIn Record pode ser usado por apenas 500 influenciadores da rede social, que podem compartilhar ideias e responder perguntas de seus seguidores através do vídeo.

As mensagens respondidas pelos influenciadores em seus vídeos são estabelecidas pela equipe editorial da rede social, ainda que esses usuários possam iniciar um vídeo para falar sobre o assunto que desejarem. A ideia do LinkedIn é fazer com que profissionais e especialistas possam trocar informações de maneira mais interativa.

A inserção de vídeos no LinkedIn é a primeira grande novidade anunciada pela rede social desde que foi adquirida pela Microsoft. A estratégia pode funcionar muito bem para atrair pessoas a interagirem mais com o feed de notícias e com o conteúdo enviado pelos usuários. Além disso, o formato de 30 segundos é fácil e rápido de consumir e compartilhar e provavelmente irá aumentar a relevância dos influenciadores que postarem vídeos de maneira regular dentro da rede social. O LinkedIn Record também permitirá, no futuro, que a empresa rentabilize os vídeos através da inserção de anúncios.

LinkedIn

O LinkedIn era a única grande rede social que ainda estava alheia à produção de vídeos. Além de disponibilizar a exibição de vídeos em sua timeline, o Twitter recentemente anunciou a expansão do tamanho dos vídeos que podem ser compartilhados, bem como a adição do recurso que permite realizar transmissões ao vivo pela rede social. O Facebook também tem apostado no conteúdo em vídeo, inserindo novos recursos para que os usuários compartilhem suas produções e gravem vídeos ao vivo. O Instagram segue a mesma tendência, ainda que se mantenha fiel à sua identidade fotográfica.

O LinkedIn Record pode ser acessado na parte direita da tela e está disponível apenas para dispositivos iOS. De acordo com Jasper Sherman-Presser, diretor de produto do LinkedIn, a novidade eventualmente deve ser disponibilizada para mais usuários em algum momento futuro, logicamente, dependendo do sucesso da ferramenta entre os influenciadores.

Fonte: LinkedIn