Jack Dorsey precisa se dedicar integralmente ao Twitter para ser CEO definitivo

Por Redação | 23 de Junho de 2015 às 14h28

No próximo dia primeiro de julho, Dick Costolo vai deixar o cargo de CEO do Twitter para entregar ao cofundador da rede social, Jack Dorsey. Porém, o executivo também está à frente da presidência da Square INC, empresa de pagamentos pelo celular.

E para que a função no microblog seja bem executada e que Dorsey seja o CEO permanente, segundo um post oficial divulgado pelo conselho do Twitter na última segunda-feira (22), ele deve se comprometer em tempo integral ao trabalho.

Dorsey não negou que pretende assumir o posto definitivamente, mas o Twitter ainda mantém a vaga aberta para possíveis novos candidatos. Entre os nomes cogitados estão o CEO do Flipboard, Mike McCue, e o presidente de receita global do Twitter, Adam Bain.

Costolo confirmou a busca por CEO's em uma conferência da Bloomberg que aconteceu na semana passada, em São Francisco, nos Estados Unidos.

Recentemente, o investidor do Twitter Chris Sacca decidiu comentar sobre a mudança de CEO, afirmando que a substituição é "superficial e confusa" e que a rede social destruiu a esperança dos investidores, transformando algo que poderia ser positivo em uma "confusão debilitante".

Fonte: Mashable

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.