Investidor inicial do Twitter quer venda da empresa

Por Redação | 04 de Outubro de 2016 às 19h23
photo_camera Divulgação

Chris Sacca, um dos mais reconhecidos investidores de venture capital dos Estados Unidos, e um dos primeiros a bancarem o Twitter no passado, afirmou que está desapontado com o Twitter e que a empresa deveria ser vendida.

Em entrevista à Bloomberg, o investidor que também é uma das estrelas do reality show "Shark Tank" destacou que está decepcionado com o CEO da micro rede social, Jack Dorsey, e que já deveria ter pulado fora do barco do Twitter, apesar de já ter vendido algumas de suas ações na companhia.

"Eu não tenho tantas como eu já tive porque não sou um idiota, mas eu tenho mais do que eu deveria porque eu sou um idiota", brincou Sacca, que já chegou a ser o maior acionista na companhia, mas nos últimos anos se tornou um opositor vocal da administração realizada na empresa, afirmando que ela falhou com investidores e usuários.

"É uma incrível história de mediocridade - de potencial que nunca foi concretizado", afirmou o executivo na entrevista. "Ficaria mais animado com alguém com uma visão de produto assumindo (o negócio) e se arriscando", completou Sacca.

O Twitter vive tempos conturbados no último ano, desde a saída do CEO Dick Costolo e o retorno do fundador Jack Dorsey, que deveria ser o dirigente interino da empresa, mas acabou ficando no cargo. Na época, Sacco apoiou a mudança, mas parece que a animação do investidor durou pouco.

Desde a chegada de Dorsey na liderança do Twitter em 2015, a companhia teve uma queda de mais de 50% nas ações. Com a desvalorização no mercado, empresas estão crescendo o olho para uma possível aquisição. Nas últimas semanas, nomes como Google, Salesforce e até mesmo a Disney foram cogitadas como possíveis compradoras da micro rede social.

Fonte: Business Insider

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.