Instagram chega a 700 milhões de usuários e tem crescimento histórico

Por Redação | 26.04.2017 às 12:15
photo_camera Divulgação

O Instagram anunciou nesta quarta-feira (26) que chegou à marca de 700 milhões de usuários, em um ritmo de crescimento que é o mais rápido já registrado pela rede social. A nova marca chegou apenas quatro meses depois dos 600 milhões, em uma expansão histórica que mostra porque a plataforma é um dos principais produtos atuais do Facebook.

E enquanto os Estados Unidos continuam como o país campeão em registros, o Brasil aparece em segundo lugar, com 45 milhões de usuários. Hoje, 80% dos utilizadores do Instagram se encontram fora dos EUA, com Reino Unido, Japão e Indonésia completando o ranking dos cinco países que mais utilizam a plataforma.

A marca também significa que o Instagram mais do que dobrou o total de usuários ao longo dos últimos dois anos – em dezembro de 2014, eram 300 milhões, enquanto os 400 milhões foram obtidos somente em setembro de 2015. Os 700 milhões de utilizadores colocam a rede social à frente do Twitter, com quase duas vezes mais perfis, e aproxima ainda mais a plataforma de outras soluções do Facebook, como o WhatsApp e o Messenger, com 1,2 bilhão cada.

A empresa falou pouco sobre o recorde divulgado nesta semana, mas afirmou que a tão criticada introdução da função Stories teve um impacto significativo no número de novos perfis e também na quantidade de usuários ativos. Citado como uma mera “cópia” do Snapchat, o recurso teria, sozinho, 200 milhões de utilizadores diários, já tendo ultrapassado o aplicativo do fantasminha em bem menos tempo de atividade.

A função Direct, que permite a troca de imagens e vídeos privados entre perfis, bem como o envio secreto de links da própria rede social, também cresceu. Hoje, essa modalidade de mensageiro tem 375 milhões de usuários em todo o mundo, com penetração significativa, principalmente entre os americanos.

Apesar de ter falado muito em números, entretanto, os dados financeiros sobre o Instagram não foram revelados. A expectativa é que tais informações sejam divulgados na próxima semana, quando o Facebook realiza sua tradicional divulgação dos resultados financeiros do primeiro trimestre de 2017.

Fontes: Recode, TechCrunch