Instagram atualiza termos de uso e fecha o cerco contra conteúdo ofensivo

Por Redação | 17 de Abril de 2015 às 10h08

Enquanto tem dupla sertaneja fazendo música que glorifica a "pornografia de vingança", o Instagram fecha cada vez mais o cerca para o uso da rede social de maneira ofensiva para um ou vários usuários. Nesta quinta-feira (16) a empresa atualizou seus termos de uso e reviu vários pontos polêmicos sobre o que pode e o que não deve ser publicado por lá.

Além de todas as recomendações básicas de que só é permitido postar fotos que sejam suas ou que você tenha direitos sobre elas, a companhia reforça que todo o conteúdo deve estar de acordo com a lei. E isso não se limita apenas a proibir imagens que promovam o ódio ou enalteçam o terrorismo e o crime organizado, mas também pequenas coisas que a gente está bem acostumado a ver no aplicativo.

Um dos principais pontos é a própria nudez. Embora muitos perfis façam isso a partir de uma pegada mais artística, o Instagram vai começar a ser mais rigoroso quanto ao que é permitido. Isso significa também que aquelas fotos íntimas que alguém publica para se vingar de uma ex-namorada não só não serão mais aceitas como ainda podem acarretar na suspensão do perfil responsável pela divulgação — por mais que elas não sejam explícitas.

Além disso, os novos termos de uso ainda proíbem a divulgação de conteúdo considerado ofensivo de outras maneiras. Isso abrange, por exemplo, diversos tipos de violência, incluindo a automutilação. Assim, pessoas que costumam se cortar e divulgar isso na rede social não poderão mais dividir esse momento perturbador com o mundo.

Em geral, o que o Instagram quer que você pense além de apenas um ou outro público, mas em praticamente todos os usuários do serviço. Assim, se algo pode ser considerado ofensivo para alguém — dentro de um limite razoável e sem extremismos, obviamente —, ele não deve estar na rede social.

Por outro lado, a empresa amenizou a situação para fotos que, mesmo sem ser agressivas, eram deletadas e resultavam em muita polêmica. É o caso de imagens de mães amamentando seus filhos ou mesmo de mulheres exibindo as cicatrizes de uma mastectomia, que agora podem ser divulgadas sem qualquer complicação.

Via: SlashGear

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.