Grupos de privacidade pedem revisão de multa bilionária contra o Facebook

Por Natalie Rosa | 29 de Julho de 2019 às 20h10
Shutterstock
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

O Facebook foi condenado pelo Federal Trade Comission (FTC) a pagar uma multa de US$ 5 bilhões devido ao escândalo da Cambridge Analytica, que aconteceu no início do ano passado. Agora, grupos de organizações de privacidade e defesa dos consumidores estão pedindo a reconsideração desta multa, alegando que a medida não é suficiente para proteger os indivíduos.

O grupo EPIC (Centro de Informações de Privacidade Eletrônica) apresentou na última sexta-feira (26) uma proposta de intervenção em Washington DC, em um Tribunal Distrital do país. O pedido era que grupos de privacidade pudessem fazer uma avaliação e adequação do acordo proposto.

O decreto com o valor da multa ainda precisa ser aprovado por um juiz; portanto, o EPIC está pedindo para que o tribunal não "carimbe" a decisão e permita que outras organizações de privacidade também sejam ouvidas. "O acordo proposto claramente não é de interesse público, já que deixa as reclamações dos consumidores sem atendimento e ainda não garante a privacidade do consumidor no Facebook", diz a organização.

Brandi Collins-Dexter, de um outro grupo chamado Color of Change, afirma que o público tem o direito de saber quais leis foram violadas pelo Facebook, evitando então que os negócios continuassem sendo realizados "como sempre".

Fonte: Ars Technica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.