Facebook para de coletar dados de usuários do WhatsApp na Europa

Por Redação | 17.11.2016 às 08:04

Depois de meses de muita pressão, o Facebook decidiu nesta quinta-feira (17) por parar de coletar os dados de usuários do WhatsApp na Europa. Com isso, os europeus não têm mais de se preocupar com seus dados pessoais, incluindo número de telefone, sendo enviados à rede social.

Se por um lado tudo isso soa como uma vitória da privacidade, por outro o Facebook alega que é apenas uma suspensão temporária enquanto a regulamentação é debatida. "Esperamos continuar nossos debates detalhados com o comissário de informação do Reino Unido e outras autoridades responsáveis pela proteção de dados", disse a empresa ao confirmar que "permanece aberta para colaborar para resolver essa questão".

A coleta de dados dos usuários do WhatsApp pelo Facebook foi anunciada em agosto deste ano e causou um grande alvoroço entre os fãs do mensageiro instantâneo. Isso porque a empresa de Mark Zuckerberg havia prometido não alterar em nada o funcionamento do app quando o adquiriu por US$ 19 bilhões em 2014.

Além de ter quebrado sua promessa, a decisão do Facebook soou como invasão de privacidade para muita gente, inclusive para as autoridades da União Europeia. Tão logo a prática passou a vigorar, autoridades dos países do continente começaram a articular meios de impedi-la.

A Alemanha, por exemplo, chegou a afirmar que a coleta de dados do app "infringia as leis nacionais de proteção à dados" e ordenou o Facebook a excluir todos os dados que eles já haviam obtido dos 35 milhões de usuários do WhatsApp por lá.

Fonte: Financial Times, Engadget