Facebook lança novas ferramentas para editores de vídeos em 360º

Facebook lança novas ferramentas para editores de vídeos em 360º

Por Redação | 12 de Agosto de 2016 às 13h20

Com a popularização dos vídeos em 360 graus, o Facebook lançou duas novas ferramentas para que os editores possam desenvolver vídeos mais atraentes: a Guia e o Mapa de Calor. A empresa revelou que desde setembro de 2015, mais de 250 mil vídeos em 360 graus foram publicados na rede social, o que aumentou a necessidade de novos recursos que permitam ajustar o conteúdo criado para oferecer uma melhor experiência para os usuários.

A ferramenta Guia permite que os editores destaquem em quais pontos desejam que os espectadores prestem mais atenção no vídeo. O usuário que estiver visualizando o vídeo poderá ser direcionado diretamente para os pontos destacados pelo criador, permitindo assim que ele transmita aquilo que considera imprescindível sem que o espectador perca o foco. Os pontos destacados do vídeo estão disponíveis por padrão para os usuários, mas eles poderão decidir por ignorar e explorar o vídeo por conta própria.

A Guia funcionará de maneira semelhante às anotações no YouTube, onde os editores podem marcar momentos importantes de seus vídeos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Vídeos 360 do Facebook

A outra ferramenta denominada de Mapa de Calor trata-se de uma ferramenta de análise onde os criadores de conteúdo poderão visualizar quais os pontos do vídeo mais visualizados pelos espectadores por meio de índices de calor e de filtros com dados relacionados a gênero, idade e localização. Assim, as áreas mais visualizadas estarão destacadas por cores mais quentes.

Vídeos 360 do Facebook

As informações do Mapa de Calor são obtidas todas as vezes que os usuários reproduzem o vídeo e interagem com ele em pelo menos 30 graus. Essa funcionalidade está sendo disponibilizada, ao menos por enquanto, apenas para vídeos que possuem mais de 50 mil visualizações de usuários únicos e que foram publicados antes do dia 1º de maio.

Fonte: Facebook

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.