Facebook Messenger pode ganhar criptografia opcional

Por Redação | 31 de Maio de 2016 às 13h23

Seguindo os mesmos passos do WhatsApp, o Facebook estaria trabalhando em uma versão mais segura do Messenger. Entretanto, ao contrário do mensageiro mobile, o aplicativo de bate-papo da rede social não teria essa criptografia mais avançada implementada por padrão, mas sim, colocada à disposição dos usuários para escolha, uma vez que a utilização de tal método de proteção interferiria no funcionamento dos bots de atendimento.

Sendo assim, os utilizadores teriam que fazer uma escolha entre praticidade ou segurança. De um lado, estaria uma garantia de que apenas os usuários envolvidos em uma determinada conversa seriam capazes de acessar o conteúdo de textos, fotos, vídeos e arquivos trocados. De outro, as funcionalidades de aprendizagem e a possibilidade de entrar em contato com marcas e serviços diretamente no Messenger, tendo um atendimento em tempo real feito a partir de inteligências artificiais.

Seria, de acordo com as fontes que revelaram a novidade, mais uma maneira de o Facebook se proteger, principalmente, da espionagem governamental. A implementação de uma criptografia semelhante no WhatsApp seria uma resposta ao combate judicial entre FBI e Apple justamente por causa de mecanismos de segurança, que impediriam até mesmo a própria companhia de ter acesso aos dados de seus usuários, impedindo a emissão de ordens judiciais para quebra de sigilo.

O funcionamento do sistema seria semelhante ao usado pelo Google com o Allo, seu mensageiro próprio. A criptografia avançada estaria desligada por padrão e os usuários poderiam ativá-la caso a caso, de acordo com o remetente ou o tipo de conteúdo enviado. Nesse caso, a comunicação fica restrita e não pode ser acessada pelos mecanismos de aprendizado dos bots, o que impede a utilização deles nesse modo.

O Facebook não se pronunciou sobre o assunto, afirmando apenas não comentar sobre rumores ou especulações. A ideia de trazer mais segurança à própria rede social e ao Messenger, entretanto, é uma constante, sempre sendo citada em comunicações e eventos oficiais. A expectativa é que os novos sistemas de criptografia sejam lançados no começo do segundo semestre.

Fonte: The Guardian

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.