Facebook está testando "links de que você pode gostar"

Por Redação | 05.08.2016 às 18:51
photo_camera Wired

O Facebook anda muito ativo ultimamente. Para esta sexta-feira (5), a rede social prometeu um recurso que acrescenta filtros nas imagens, como no Snapchat. Também recentemente, anunciou que quer acabar com os links do tipo "clickbait", aqueles que trazem uma chamada sensacionalista e o conteúdo pouco ou nada tem a ver com o título.

Agora, o mais recente teste da rede social de Mark Zuckerberg é um recurso chamado "Links you may like" ("Links de que você pode gostar", numa tradução livre).

Esse conteúdo aparece mais ou menos como um novo post no feed de notícias, mas tem uma interface tipo carrossel que traz links baseados em páginas que o usuário segue. Embaixo de cada conteúdo tem um botão de compartilhar e outro de salvar. Por enquanto, nenhum anúncio foi reportado nesse bloco.

Clicar nas chamadas leva o usuário direto para a notícia em si, e não para uma página do próprio Facebook. Assim como você pode fazer com outros posts, é possível esconder o bloco dos links sugeridos.

"As pessoas nos disseram que querem mais opções no Facebook para descobrir vídeos, links e outras atualizações que são relevantes para elas. Então, estamos testando um novo bloco no feed de notícias que deixa você rolar para os lados para ver novas atualizações que podem ser interessantes", disse um porta-voz da rede social para o site VentureBeat.

As pessoas que tiveram contato com a nova funcionalidade do site estão divididas. Muitas reclamaram que as sugestões não têm nada a ver com suas preferências ou até mesmo são contrárias às suas crenças. O usuário TKD 117 escreveu no Twitter que recebeu como sugestão um artigo intitulado "Por que votar em Donald Trump é uma boa escolha do ponto de vista moral". Sua resposta foi algo como "Não mesmo", mas um pouco mais agressivo.

Enfim, trata-se de um teste e o Facebook deve melhorar o sistema de recomendação até que ele esteja disponível para todos os usuários.

Fonte: VentureBeat