Facebook está sendo investigado na Alemanha por violar lei de proteção de dados

Por Redação | 02 de Março de 2016 às 10h55

O Escritório de Cartel Federal da Alemanha abriu uma investigação sobre suspeita de abuso de poder por parte do Facebook, que está sendo acusado de violar as leis de proteção de dados do país. O escritório alega que os termos de serviço do Facebook referentes a utilização de dados dos usuários ajuda a empresa a abusar de sua posição e que tal prática tem ajudado a empresa a, eventualmente, dominar o mercado de redes sociais.

"Para os serviços de internet financiados pela publicidade, tais como o Facebook, os dados do usuário são extremamente importantes. Por esta razão, é essencial examinar o aspecto de abuso de poder no mercado se os consumidores estiverem suficientemente informados sobre como seus dados são utilizados e recolhidos", disse o Presidente Federal da entidade, Andreas Mundt, em um comunicado.

Atualmente, o Facebook é a maior rede social do mundo, com mais de 1,6 bilhão de usuários mensais. A empresa consegue a maior parte de suas receitas em publicidade segmentada graças aos dados que recolhe de seus usuários, como seus amigos, opiniões e atividades registradas em suas postagens. A empresa tem enfrentado fortes críticas de políticos e reguladores na Alemanha, onde a proteção de dados pessoais é fortemente regulamentada.

Um porta-voz do Facebook disse nesta quarta-feira (02) que a empresa está "confiante de que estão em conformidade com a lei" e que estão "ansiosos para trabalharem com o Escritório de Cartel Federal da Alemanha para responder às perguntas".

Via VentureBeat

Fonte: http://venturebeat.com/2016/03/02/facebook-probed-for-market-abuse-by-german-anti-cartel-watchdog/

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.