Facebook está enfrentando sérios problemas com pornografia

Por Redação | 22 de Maio de 2017 às 17h42

A luta do Facebook contra conteúdos impróprios parece estar longe de acabar. De acordo com informações divulgadas pelo jornal The Guardian, a rede social tem enfrentado sérios problemas com pornografia circulando pela plataforma: são cerca de 54 mil casos por mês.

Como tentativa de controlar as violações dos termos de utilização do Facebook, a companhia já desativou 14 mil contas. Monika Bickert, diretora da Global Policy Management, reconhece que esse não é um problema de fácil resolução. Apesar de o Facebook utilizar rastreamento de imagens para identificar os autores das postagens e sempre buscar formas de melhorar suas políticas, a especialista garante que o monitoramento é complexo.

Para aumentar a capacidade de análise das publicações envolvendo pornografia, a rede social está contratando 3 mil novos moderadores, sendo que já há 4,5 mil trabalhando na função. A ideia é que a equipe possa dedicar mais tempo para os casos, reduzindo as chances dos violadores das políticas repetirem os posts.

Apesar da iniciativa, diversos analistas consideram que as políticas em si não são muito claras. Para eles, ainda há uma linha tênue entre o que se considera liberdade de expressão e proteção dos usuários, e que para que as medidas sejam eficazes deve haver uma mudança na abordagem da própria rede social. É verdade que o Facebook tem consciência sobre o problema, mas ainda não consegue identificar e remover todo o tipo de pornografia.

Enquanto a companhia de Zuckerberg trabalha para refinar seus métodos, você pode denunciar conteúdos abusivos clicando aqui.

Via Engadget