Emojis de reação do Facebook começam a ganhar popularidade

Por Redação | 08.09.2016 às 19:49

Entre maio e junho desse ano, a Quintly, empresa analítica de mídias sociais, analisou 105 mil páginas do Facebook e observou o uso dos emojis de reação. O "like original" continua predominando nos posts avaliados, chegando a 92% dos casos, porém observou-se uma tendência de queda no seu uso, em torno de 1% no período de dois meses. No geral, o número de reações aumentou 22,4% de maio para junho, tendo cada reação subido pelo menos 16% nos dois meses.

Um olhar mais apurado no sucesso dos emojis no Facebook fornece um dado conturbador da realidade: o maior crescimento foi o do símbolo da tristeza, cuja adoção subiu 48%. Pode ser que o aumento esteja relacionado com os fatos violentos que aconteceram nesse período, como o assassinato em massa em Orlando, nos Estados Unidos, e o ataque terrorista no aeroporto de Istambul, Turquia. Esses eventos ilustraram a grande motivação por trás dos emojis de reação, uma vez que as pessoas querem demonstrar alguma emoção quanto ao fato publicado, mas não exatamente um "like", como se tivessem gostado da notícia.

Gráfico mostra o aumento do uso dos emojis de reação. Fonte: Quintily

As reações também estão permitindo que as pessoas se expressem positividade pela rede. O estudo apontou que o coração e a risada são usados em mais de 70% das vezes, mostrando que conteúdos positivos despertam mais emoções.

É possível que, no futuro, marcas e empresas deem mais atenção a essas respostas emocionais, que se situam entre um simples "gostei" e um comentário mais elaborado. Postar conteúdo que faça os usuários especificarem suas emoções – felicidade, tristeza, raiva, surpresa – poderia dar às empresas melhores feedbacks de como seu conteúdo é percebido pelo público.

Via:QZ