Facebook e Warner Music fazem parceria para licenciar músicas na rede social

Por Ramon de Souza | 09 de Março de 2018 às 15h08
Tudo sobre

Facebook

O Facebook e a Warner Music Group acabam de anunciar uma parceria para o licenciamento de músicas para a rede social. O acordo engloba as gravações e o catálogo de publicações da Warner, que revelou a novidade publicando um breve vídeo em sua página oficial na plataforma. Contudo, até o momento, nenhuma das empresas divulgou mais detalhes a respeito do tratado (e tampouco os valores envolvidos na negociação).

“O time do Facebook está criando um produto realmente inovador e demonstrando real comprometimento em sua participação no crescimento da indústria musical”, afirmou Eric Mackay, vice-presidente executivo de estratégia digital da Warner. “Nós reservamos um tempo para alcançar o melhor negócio possível, um que reconheça o valor que a música possui nas redes sociais ao mesmo tempo em que empodera nossos artistas a alcançar maiores audiências ao redor do mundo”, complementa.

Ole Obermann, CDO da Warner, também comentou o tratado. “Nossa parceria com o Facebook vai nos ajudar a expandir o universo do streaming de músicas e criar receita suplementar aos nossos artistas. Vídeos criados por fãs é um dos jeitos mais pessoais, sociais e virais que a música pode ser aproveitada, mas seu potencial comercial ainda é largamente inexplorado. Esta colaboração levará a novas possibilidades para nossos artistas, ao mesmo tempo em que vai aprimorar a experiência do usuário no Facebook, Instagram e Oculus, possibilitando que as pessoas se comuniquem e se expressem usando a música que amam”, aponta o executivo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O que o Facebook está aprontando?

Levando em consideração as declarações dos dois executivos, podemos trabalhar com duas suposições. A primeira — e mais simples — é a de que o Facebook passará a oferecer uma ferramenta própria para que os internautas possam criar vídeos e usar músicas licenciadas pela Warner como trilha sonora (atualmente, se você publica um clipe com uma canção protegida por direitos autorais, a rede social automaticamente retira o conteúdo do ar). Esse novo recurso poderia ser embutido na própria plataforma em si ou vir na forma de um aplicativo/site próprio para tal finalidade.

A segunda suposição é a de que Mark Zuckerberg estaria trabalhando em um serviço de streaming de músicas à la Spotify e Apple Music. Mackay diz que o time da rede social está criando “um produto realmente inovador” e que demonstra comprometimento com “a indústria musical”. Já Obermann afirma que a parceria vai “expandir o universo do streaming de músicas”, o que também pode ser entendido como um indício para tal caminho. A plataforma, em tese, seria compatível até com os headsets Oculus Rift.

Por enquanto, Tamara Hrivnak, gerente de parcerias e desenvolvimento de negócios de música do Facebook, limitou-se a dizer que está feliz em ter a Warner como parceira na plataforma. “Quando o Facebook e a música se juntam, temos o poder de aproximar as pessoas”, comentou.

Fonte: Variety

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.