Facebook deve anunciar “loja de bots” para serviços de atendimento online

Por Redação | 11 de Abril de 2016 às 17h00
photo_camera Divulgação

Se você reclama do atendimento humano de call centers, saiba que isso pode ser coisa do passado, pelo menos na visão do Facebook. No retorno de um rumor que já vem aparecendo por aí desde o começo do ano, a rede social estaria preparando uma invasão de robôs no Messenger para substituir o atendimento humano por robôs capazes de reconhecer os pedidos dos clientes e realizar processos.

Por meio de inteligências artificiais capazes de aprenderem com o comportamento dos usuários, o Facebook traria para dentro de sua plataforma, também, ações corriqueiras no cotidiano dos serviços. Já que ninguém deixa a rede social, que tal se ela fosse usada também na hora de obter suporte técnico, tirar dúvidas sobre um produto, solicitar uma devolução ou fazer compras? É exatamente essa a ideia.

O projeto vem sendo encarado como a maior revolução sofrida pelo Messenger desde que ele se tornou independente e envolve até mesmo o lançamento de uma “loja de bots”. Aos moldes da App Store, da Apple, os desenvolvedores teriam acesso a um sistema completo de APIs e integrações que poderiam ser usados para os mais diversos fins, de acordo com as necessidades de cada negócio.

Outra ideia é a substituição de páginas e aplicativos de serviços por bots que atuam no Messenger. Uma postagem sobre o retorno de um produto ao estoque, que em um espaço comum no Facebook nem mesmo chegaria a todos os seguidores, poderia ser substituída por uma notificação de chat para os interessados. O mesmo vale para notícias importantes de uma região específica ou informativos sobre catástrofes, por exemplo, que seriam enviadas a todos que estão em no local determinado.

Toda essa inovação seria apresentada já nesta semana, na conferência F8. O evento voltado para desenvolvedores acontece no dia 12 de abril e deve trazer também outras novidades para o Messenger, como um sistema de “chats secretos” com mensagens que se apagam depois de um determinado período de tempo, e uma funcionalidade que permitiria aos organizadores de eventos ver exatamente quem foi convidado, verificou a página e não deu uma resposta.

É claro, tudo não passa de rumor. O Facebook já falou anteriormente sobre o uso do Messenger como uma forma de auxiliar marcas a alcançarem seus clientes, e já realiza alguns testes com bots no sistema de chat. Entretanto, a empresa não se pronunciou sobre esse foco completo em soluções desse tipo, nem antecipou o que será apresentado nesta terça-feira (12), na conferência F8.

Fonte: The Independent

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.