Facebook desenvolve algoritmo para estabilizar vídeos em 360º

Por Redação | 01.09.2016 às 12:05

Vídeos com imagens trêmulas sempre foi um problema recorrente em câmeras tradicionais. Já para as filmagens em 360º este problema é ainda maior. Por isso, muitos desenvolvedores tem trabalhado para proporcionar melhor estabilização de imagem para vídeos em 360º e conteúdos de realidade virtual. O Facebook, grande interessado em experiências imersivas, está testando um novo algoritmo que pretende oferecer uma melhor experiência para vídeos em 360º, tanto para os criadores quanto para os espectadores.

A abordagem do algoritmo combina modelos de movimento 2D com reconstrução 3D para reduzir efeitos indesejados em filmagens, tais como movimentos da câmera balançando durante a gravação. "Esta abordagem utiliza um novo modelo de movimento", diz a empresa. "Nós projetamos especificamente para vídeos em 360º e uma nova técnica híbrida de 3D-2D para otimizar parâmetros do modelo."

O objetivo do Facebook é disponibilizar o algoritmo a todos que utilizam a rede social e seu headset, o Oculus Rift. Com ele será possível estabilizar vídeos de maneira mais rápida e reduzir taxas de bits em até 20%. Isso significa que os arquivos serão menores e o streaming de vídeo mais confiável.

O Facebook considera a realidade virtual e os conteúdos em 360º a próxima grande jogada no setor de multimídia. Ao anunciar um novo algoritmo para melhorar a estabilidade de vídeos em 360º, a empresa consegue dar um passo importante para oferecer aos seus usuários uma melhor experiência em vídeos imersivos. A nova tecnologia deverá minimizar consideravelmente os efeitos de indisposição e tontura descritos por muitos usuários.

Via Engadget, Facebook