Facebook contrata mil revisores de anúncios após polêmica com russos

Por Redação | 03 de Outubro de 2017 às 07h05

Apesar de não ser uma plataforma muito popular na Rússia, o Facebook foi palco de uma polêmica no país depois que a empresa Internet Research Agency pagou por 3 mil anúncios de cunho político que foram exibidos nos Estados Unidos entre 2015 e 2017. Agora, a rede social decidiu contratar mil pessoas para revisar anúncios globais e intensificar o monitoramento desses conteúdos.

Com a medida, o Facebook pretende ser mais rigoroso na aprovação de anúncios do tipo, porque esses anúncios da empresa russa promoviam divisões raciais e sociais, segundo Joel Kaplan, o vice-presidente de políticas globais da rede social. "Revisar anúncios consiste em avaliar não apenas seu conteúdo, mas também o contexto no qual eles foram criados", adicionou o executivo.

Os novos funcionários do Facebook se unirão à equipe que atualmente é responsável pela tarefa, trabalhando juntamente com o auxílio de sistemas automatizados. A medida visa tornar os anúncios da plataforma mais confiáveis e de acordo com a proposta do Facebook, que é unir pessoas, em vez de dividi-las ainda mais.

Fonte: ReCode

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.