Facebook assume que redes sociais podem ser ruins para a democracia

Por Redação | 23 de Janeiro de 2018 às 12h40
photo_camera Reprodução
TUDO SOBRE

Facebook

O Facebook admitiu nesta semana que as redes sociais podem trazer fatores negativos para a democracia, segundo uma série de posts intitulada "Hard Questions" (Perguntas Difíceis) publicada em seu blog oficial, o Facebook Newsroom. 

De acordo com as publicações, os executivos do Facebook, juntamente com especialistas externos, fizeram avaliações de questões polêmicas, como o impacto que a rede social causa nas eleições com as políticas partidárias e com o crescimento de notícias falsas.

Quando surge a reflexão sobre a influência da plataforma na democracia, seja para o bem ou para o mal, os executivos confessam que o impacto do Facebook nas eleições aconteceu somente na última campanha presidencial dos Estados Unidos, que elegeu o republicano Donald Trump.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Eles também afirmam que deveriam ser mais rápidos na identificação do avanço das fake news e em descobrir formas de combatê-las. No mesmo ano, Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, chegou a revelar que a ideia de que as notícias falsas tenham ajudado nas eleições era "bastante maluca".

Samidh Chakrabarti, gerente de produto da área de engajamento cívico do Facebook, diz que a rede social enfrenta desafios anos após ano. "O Facebook foi originalmente desenvolvido para conectar amigos e família — e era excelente nisso. Mas como um número maior de pessoas passou a canalizar suas energias políticas através desse meio, maneiras imprevistas de lidar com as repercussões sociais estão sendo usadas", conta o executivo.

A publicação aproveita para reforçar que o Facebook desenvolveu uma ferramenta para a denúncia de fake news, que funciona ao lado de agências verificadoras de informações e que ajuda a evitar que essas notícias ganhem destaque no feed de notícias.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.