Facebook anuncia projeto que vai tentar ajudar o jornalismo a prosperar

Por Redação | 11 de Janeiro de 2017 às 13h50

Nesta quarta-feira (11), o Facebook anunciou um novo programa que visa estabelecer laços mais fortes entre a rede social e a indústria de notícias. A iniciativa inclui alguns futuros lançamentos, como a possibilidade de usuários se inscreverem para receber pacotes de notícias do Instant Articles, tutoriais para jornalistas que usam o Facebook, entre outros.

De acordo com o comunicado divulgado, o projeto será baseado em três pilares: desenvolvimento colaborativo de produtos de notícias, treinamento e ferramentas para Jornalistas e treinamento e Ferramentas para todos os usuários. "Estamos interessados em explorar o que podemos construir junto com nossos parceiros para apoiar as notícias locais e promover a mídia independente", diz a rede social.

"Hoje estamos anunciando o Facebook Journalism Project, um novo esforço para apoiar o jornalismo de qualidade, melhorar a literacia de notícias e fornecer aos repórteres e editores ferramentas e treinamento para ajudá-los a contar melhor suas histórias", disse Fidji Simo, Diretora de Produto do Facebook.

A novidade surge pouco depois da rede social de Mark Zuckerberg se envolver em uma polêmica sobre a maneira como lida com as notícias em sua plataforma. No início do ano passado, Mark Zuckerberg resolveu demitir a equipe que fazia a curadoria de notícias que iam parar nos Trending Topics da rede social.

Desde então, as notícias mais populares que entram nos destaques do site são selecionadas por um algoritmo, mas o problema é que muita gente tem conseguido manipular o sistema com notícias falsas e até mesmo links maliciosos. Alguns especialistas, inclusive, chegaram a dizer que a neutralidade do Facebook estava comprometida e que o site estava manipulando informações políticas.

No entanto, executivos do Facebook dizem que o Projeto Jornalismo não é uma resposta às críticas sobre como ele lidou com notícias, falsas ou reais, durante as eleições, e que tem conversado há meses com os editores sobre a forma como pode ajudá-los.

O que sabemos é que se o Facebook realmente der aos editores mais maneiras de criar e financiar jornalismo de alta qualidade na rede social, seu feed de notícias pode ficar mais informativo e relevante.

Conscientizando os leitores

A novidade não se limita aos jornalistas e criadores de conteúdo. O Facebook explica que também quer ajudar a dar às pessoas informações para que elas possam fazer escolhas inteligentes sobre as notícias que leem.

A empresa também pretende continuar com os seus esforços para frear a propagação de hoaxes de notícias, bem como trabalhar com organizações terceiras para ajudar as pessoas a terem a informação que precisam para tomar decisões sobre quais fontes são confiáveis, por exemplo.

Fonte: Facebook

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.