Facebook anuncia plataforma com robôs de atendimento ao cliente

Por Redação | 12 de Abril de 2016 às 15h05
photo_camera Foto: Divulgação
Tudo sobre

Facebook

Confirmando rumores que já vinham sendo comentados desde fevereiro, o Facebook anunciou nesta terça-feira (12) sua plataforma oficial de “robôs” para atendimento ao cliente por meio do Messenger. O sistema, chamado “bots on Messenger”, vai permitir que o chat da rede social seja utilizado por marcas ou empresas para gerar um engajamento direto com o cliente em diversas ações do cotidiano.

A ideia aqui é automatizar sistemas de atendimento e possibilitar que o usuário realize ainda mais ações sem necessariamente deixar o ambiente do Facebook. Por meio do chat, alguém pode, por exemplo, fazer uma compra, solicitar assistência técnica ou registrar uma reclamação.

O lançamento do programa foi feito no palco da conferência F8, voltada para desenvolvedores que trabalham com o Facebook, por seu fundador, Mark Zuckerberg. Na ocasião, ele demonstrou também algumas utilidades possíveis, obtidas pelos parceiros que tiveram acesso ao sistema de forma antecipada.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A 1-800 Flowers, um serviço de delivery de flores, por exemplo, criou um mecanismo onde um usuário pode presentear outros com buquês apenas indicando seu nome pelo chat. Já a CNN, por exemplo, poderia criar um sistema de curadoria de acordo com as informações que alguém deseja receber, com os links e informações mais relevantes sendo enviadas diretamente pelo Messenger.

Esse tipo de notificação também pode ser usada para alertar clientes sobre o retorno de um produto ao estoque – uma alternativa mais eficaz do que, por exemplo, as páginas, cujas postagens nem sempre chegam a todos os clientes e podem atingir desinteressados – ou para alertas de catástrofes. Por meio de um sistema automatizado, os residentes ou visitantes de uma determinada região poderiam receber notificações e informes sobre o que está acontecendo e até mesmo informar que estão seguros.

De acordo com Zuckerberg, a plataforma que permite esse tipo de utilização coloca a inteligência artificial lado a lado com a interação humana. O sistema automatizado, para funcionar bem, depende de uma programação específica feita por cada negócio ou serviço, mas também é capaz de aprender com o dia a dia de seus usuários. O objetivo final é fazer com que a interação com os bots seja tão natural e objetiva quanto o papo com um amigo.

Mais do que isso, a ambição do Facebook é que, um dia, esse tipo de serviço possa até mesmo substituir os telefones de suporte ao cliente, acabando com o inconveniente de longas esperas, atendentes despreparados e falta de entendimento entre os interlocutores. Fazer isso pelo computador, por meio da rede social, seria uma forma mais rápida e conveniente. Para a empresa, essa é sua maior revolução desde que o Messenger se tornou uma ferramenta independente de bate-papo.

Há ainda a expectativa de que esse tipo de interação chegue também a outras plataformas, apesar de o Facebook não ter comentado nada sobre isso. Se a ideia é revolucionar, porém, é possível pensar que o WhatsApp também poderia, no futuro, receber os bots de atendimento. Por enquanto, porém, apenas o Messenger foi confirmado como parte da empreitada, que deve começar a chegar aos clientes o mais rapidamente possível. Agora, está nas mãos dos desenvolvedores tornar a ideia real.

Fonte: Facebook

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.