Facebook alcança marca de 4 bilhões de visualizações de vídeos por dia

Por Redação | 23 de Abril de 2015 às 12h43
Tudo sobre

Facebook

Os produtos do Facebook têm a tendência de crescer rapidamente, devido à quantidade de usuários que a rede social obtém. Recentemente, a empresa disponibilizou vídeos que se reproduzem automaticamente no feed de notícias de seus usuários. E isso parece que está dando muito certo. De acordo com os números divulgados nesta quarta-feira (22) pela rede social, referentes ao primeiro trimestre de 2015, todos os dias os vídeos presentes no Facebook são reproduzidos 4 bilhões de vezes.

Em setembro de 2014 este número era de 1 bilhão. Já em janeiro, chegava a 3 bilhões, mostrando o crescimento acentuado do novo produto da empresa liderada por Mark Zuckerberg. Das 4 bilhões de visualizações, 75% são oriundas de dispositivos móveis, de acordo com a COO Sheryl Sandberg.

A reprodução automática dos vídeos certamente contribuiu para que os números fossem expressivos. Mesmo assim, saltar de 1 bilhão para 4 bilhões em apenas seis meses é algo bastante representativo e, certamente, coloca o Facebook como concorrente do YouTube.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Diferente do serviço do Google, os vídeos do Facebook ainda não possuem anúncios, pelo menos por enquanto. "Sempre acreditamos que nossos anúncios devem seguir o formato do que os consumidores estão fazendo no Facebook", disse Sandberg, chamando a atenção dos investidores. "O fato de que há tanta coisa em vídeo para o consumidor, que nos dá oportunidade de fazer mais vídeo marketing também".

Ainda de acordo com a COO do Facebook, "nem toda a receita de vídeo é incremental. Os anúncios em vídeo tomam o lugar dos outros anúncios que servimos no feed de notícias". Sendo assim, é possível que o Facebook possa priorizar a publicidade em vídeo sobre outros blocos de anúncios no futuro. Os anúncios em vídeo são mais caros, o que significa mais receita para o Facebook.

Levando em conta que os consumidores estão cada vez mais interessados em assistir vídeos na rede social, não deve demorar para que o Facebook inclua anúncios neste produto. Parece que a empresa fundada por Mark Zuckerberg encontrou mais uma forma de expandir seus lucros para o futuro com publicidade.

Fonte: Re/code

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.