Ex-BBB Laércio afirma que seu Facebook foi hackeado e que, portanto, é inocente

Por Redação | 27 de Maio de 2016 às 19h47

Comovendo as redes sociais, o caso da adolescente que foi estuprada por mais de 30 homens causou alvoroço em todo o mundo, mas o triste é que este não é um caso isolado, e sim apenas um entre tantos que ocorrem diariamente no Brasil.

No início deste ano, o ex-BBB Laércio também se tornou foco de suspeitas e denúncias por abusos sexuais, e no último dia 16 acabou sendo preso em sua casa, em Curitiba, acusado de manter um relacionamento com uma garota de 13 anos em 2012, quando tinha 49 anos de idade.

Uma das principais provas do crime são as mensagens trocadas via Facebook, mas de acordo com o advogado de Laércio, Ronaldo Manoel Santiago, não foi o acusado quem participou das conversas, já que seu perfil, na época do crime, teria sido hackeado.

Diante dos fatos, caberá ao advogado e ao ex-BBB provar a veracidade da informação, já que o depoimento da vítima, sem dúvida, será o principal fator do julgamento. Vale lembrar que independente de consentimento, qualquer relação sexual com menores de 14 anos é considerada como estupro de vulnerável.

Ronaldo Santiago, em entrevista ao BuzzFeed, também alegou que foi a garota quem se aproximou de Laércio em uma festa noturna. Segundo seu relato, a menina havia dito ser maior de idade e aparentava ser madura. Inclusive, este é um tipo de discurso já manjado pelas autoridades, que se dá em uma tentativa de culpabilizar a vítima, desqualificando as denúncias.

Nesta sexta-feira (27) o processo foi concluído pela Polícia Civil e seguirá em andamento pelas mãos da Vara de Infrações Penais Contra Criança e Adolescente, do Ministério Público do Paraná.

Fonte: BuzzFeed

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.