Estados Unidos investigam vazamento de fotos de fuzileiras navais nuas

Por Redação | 06 de Março de 2017 às 15h11
photo_camera NYT

O Departamento de Defesa dos EUA está investigando centenas de fuzileiros navais que estão espalhando fotos de soldados femininas e veteranas nuas em um grupo privado no Facebook. Muitos dos nudes estavam inclusive sendo compartilhados sem qualquer consentimento ou conhecimento das mulheres fotografadas neles.

De acordo com o relatório, os membros da página “Marines Unidos” usaram as fotos para identificar mais de duas dúzias de mulheres - algumas das quais ainda são alistadas nas forças armadas - pelo nome completo, posição e dever militar.

O grupo era na sua maioria administrado e frequentado por soldados nos EUA e Reino Unido, incluindo membros servindo no Corpo de Fuzileiros Navais e Marinha. Segundo um veterano anônimo e membro do grupo, a página se tornou um antro de pornografia, vingança e discurso de ódio.

Embora as contas associadas com as fotos nuas tenham sido encerradas, ainda não está claro se a página abusiva foi inteiramente excluída da internet. De fato, fotos de uma mulher, que já havia aparecido no grupo, foram vazadas duas semanas depois que o grupo foi supostamente fechado.

O escândalo segue uma longa linha de alegações anteriores de assédio sexual no exército, incluindo relatos sobre a existência de outro grupo semelhante no Facebook que remonta a 2013.

Fonte: (Via) The Next Web

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.