Entenda o caso Biel e como a internet pode enterrar toda uma carreira em minutos

Por Redação | 03 de Agosto de 2016 às 10h18

Durante os últimos dias, a internet se transformou em um enorme júri. Sentado no banco dos réus montado pelas redes sociais, o cantor Biel teve seu passado exposto e viu sua carreira ser praticamente minada pelas descobertas dos detetives do Twitter. Também pudera, já que eles foram a fundo em busca de declarações polêmicas, falas misóginas e publicações claramente racistas proferidas pelo artista no passado. A ideia dos investigadores era mostrar que Biel nunca se arrependeu de suas opiniões e que, pelo contrário, se orgulha disso. Assim, do dia para a noite, o artista passou a ser uma das figuras mais odiadas pelos usuários da página a ponta de a hashtag #ErrarÉHumanoPersistirÉBiel se tornar um dos assuntos mais comentados da internet nos últimos dias.

Só que, para entender o caso, é preciso voltar um pouco no tempo. No início do mês de junho, Biel foi acusado de assédio após, durante uma entrevista, chamar uma repórter de “gostosinha” e dizer que a “quebraria no meio” se pudesse. As gravações com as falas foram divulgadas e ele, além de responder na Justiça pelo ocorrido, veio a público pedir desculpas pelo episódio, dizendo que nada daquilo deveria ser levado a sério, que foi uma brincadeira e que ele mesmo era uma pessoa bastante imatura e que, por isso, estava arrependido do comportamento errado na hora errada.

No entanto, poucos meses depois, eis que o próprio Biel aparece em um show cantando a infame frase que lhe rendeu toda a polêmica. Durante uma apresentação na semana passada, ele subiu ao palco exatamente para ironizar o caso e passou a cantar as frases proferidas à repórter, o que serviu para despertar a fúria da internet. Assim, para mostrar que o cantor realmente nunca se arrependeu de nada e que ainda tinha várias outras declarações ainda mais delicadas, os juízes do Twitter reviraram as postagens do cantor até meados de 2011 em busca de qualquer opinião que pudesse ser usada contra o cantor. E eles encontraram uma mina de ouro — ou seria de chorume?

Biel
Biel

Entre as várias publicações feitas por ele entre 2011 e 2016, temos desde mensagens homofóbicas, misóginas, racistas e de estímulo à violência. Em muitos casos, ele reclama de mulheres e diz que elas deveriam apanhar ou mesmo serem estupradas.

Diante de toda a repercussão causada pela hashtag e as diversas críticas feitas pelos usuários, Biel até tentou evitar que mais lixo fosse revirado de seu passado. Primeiro, ele trancou sua conta, impedindo que usuários que não o seguissem visualizassem suas postagens — o que resultou na remoção de seu selo de conta verificada.

Biel

Internet não perdoa

Só que, ainda estamos falando de Brasil e era óbvio que todo o ocorrido iria acabar se transformando em piada. Além de praticamente acabar com a carreira de Biel, os usuários das redes sociais aproveitaram a ascensão da hashtag #ErrarÉHumanoPersistirÉBiel para criar uma vasta e hilária galeria de memes sobre o assunto. Muitos deles brincavam exatamente com a ideia de a carreira do artista ter sido enterrada pelo Twitter, enquanto outros tentavam imaginar a assessoria de imprensa do cantor no momento em que ele estava sendo julgado pela internet. A galeria é imensa.

Analisando o caso

Porém, mais do que simplesmente fazer graça da situação, muita gente aproveitou o ocorrido para entender um pouco mais da situação e fazer alguns questionamentos interessantes.

Primeiramente, teve gente que repudiou a ação dos investigadores do Twitter de revirar o passado do cantor em busca de opiniões passadas. Como alguém destacou, ele era apenas um adolescente em 2011 e, por isso, era mais do que natural que ele falasse besteira na época — afinal, quem nunca? Por outro lado, muitos apontaram que o problema é exatamente o fato de que o cantor não teria mudado seu pensamento ao longo desses cinco anos e que tudo o que vimos foi apenas uma perpetuação daquilo que ele já expressava lá atrás.

Além disso, o caso acabou expondo também um caso muito importante sobre o nosso comportamento nas redes sociais. Todos nós já falamos alguma besteira no Twitter, seja gratuitamente ou mesmo dentro de um contexto que pode ser mal interpretado no futuro. À medida que amadurecemos, evoluímos como pessoas (ou assim se espera) e mudamos nosso modo de pensar. O problema é que isso nunca fica muito claro nas redes sociais, onde opiniões antigas e novas se misturam e aquela piada de mau gosto do passado pode vir à tona sem mais nem menos.

No caso de Biel, isso é ainda mais evidente, já que ele é uma celebridade e acaba sendo exposto a essa “escavação”. A diferença é que, enquanto na maioria das vezes há uma mudança de opinião entre passado e presente, o artista parece ter mudado pouco de uma época para outra.

Assim, diante de todo o ocorrido, fica a lição. Ao contrário do que aconteceu com o cantor, tome cuidado com o que você fala no Twitter ou Facebook e tenha sempre em mente que, em algum momento lá na frente, alguém pode desenterrar algo que você falou hoje. Jamais duvide do poder da internet. Jamais.

Via: Folha, Uai, Sensacionalista, O Tempo, Atlântida