Em brincadeira, polícia australiana acusa Nickelback por crimes contra a música

Por Redação | 21 de Maio de 2015 às 10h36

Enquanto a Polícia brasileira segue com aquela imagem controversa de sisudez e truculência, o mesmo não pode ser dito dos oficiais australianos. Seja por falta de serviço ou porque alguém realmente acha que uma medida assim seria necessária, eles decidiram expedir um mandado de prisão para a banda Nickelback por conta de seus crimes cometidos contra a música.

É claro que tudo não passou de uma brincadeira, mas deu muito o que falar não apenas entre os fãs do grupo, mas em toda a internet. Isso porque a Polícia do estado de Queensland publicou em seu perfil oficial no Facebook um falso retrato-falado pedindo para que as pessoas ficassem de olho e avisassem as autoridades caso encontrassem os criminosos.

De acordo com o texto publicado, os acusados estão fingindo ser músicos e enganando as pessoas. Só que o que mais chama a atenção é que a banda está em uma turnê pelo país e a mensagem da corporação brinca dizendo para que as pessoas evitem a área do show por conta dos perigos à sua audição e reputação.

Police are on the lookout for these men who are believed to be impersonating musicians around Boondall this...

Posted by Queensland Police Service on Terça, 19 de maio de 2015

Com não poderia deixar de ser, a repercussão em torno da piada foi enorme e, até o fechamento desta notícia, a imagem foi curtida mais de 37,2 mil vezes e compartilhada por 12,2 mil pessoas, além de uma infinidade de comentários. O bom humor dos policiais foi tão bem recebido que até mesmo os fãs do Nickelback entraram na onda.

Só que nem todo mundo gostou do tom da mensagem e, em meio às várias contribuições na publicação, é possível encontrar críticas. Um dos usuários revoltados, por exemplo, critica a postura da Polícia de Queensland ao lembrar suas campanhas contra o ciberbullying no passado e de como a brincadeira vai na contramão de tudo aquilo que ela defendia como sendo o ideal no ambiente online. Ao reforçar estereótipos e zoações em cima do gosto dos outros, ele completa seu descontentamento ao chamar a organização de hipócrita.

Apesar de polêmica, é fácil entender as razões que fizeram os policiais australianos apostarem num tipo de perfil mais bem-humorado e participativo na internet. Em tempos em que a figura dos agentes da lei vem sendo cada vez mais questionada por conta de sua brutalidade — basta ver os episódios recentes em Curitiba e mesmo nas manifestações nos Estados Unidos —, é uma estratégia bem interessante da corporação desconstruir essa imagem e tentar se aproximar da sociedade ao mostrar que é gente como a gente.

Via: Queensland Police (Facebook), CNET

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.