Conheça Geneva, a fonte que está sendo testada no Facebook

Por Redação | 04 de Junho de 2016 às 12h00
photo_camera Reprodução/Mashable

Você já entrou no Facebook hoje? Talvez você tenha notado nesses últimos tempos uma mudança na rede social. A plataforma está testando uma nova fonte para alguns usuários de desktop. Agora, se você for daqueles fascinados por fontes (ou designer e até mesmo um serigrafista) você identificará a nova fonte como Geneva, uma fonte desenvolvida na Apple no começo dos anos 1980.

A fonte Geneva foi criada por Susan Kane em seu primeiro emprego de designer tipográfica, na Apple em 1983. Além da Geneva, as fontes Chicago e Monaco estão entre as criações de Kane.

Geneva é uma fonte sem serifa que é ligeiramente estreita em largura. Porém, existem alguns elementos que a diferenciam de outras fontes como a Helvetica. Os designers tipográficos Charles Bigelow e Kris Holmes, que também trabalharam na Geneva, compartilharam alguns fatos sobre a fonte no livro lançado por eles, "Notes of Apple 4 Fonts".

No livro eles dizem que as partes semi-fechadas de letras como "a", "c", "e" e "s" são mais abertas nessa fonte, e que as terminações não fecham os espaços internos tanto em quanto outros tipos de fontes "grotescas". "Embora as terminações acabem com um corte horizontal, há mais espaço para respiro para o espaço branco interno. Isso impede que os cantos abertos e os terminais se juntem visualmente, o que permite uma melhor diferenciação das letras", conforme está registrado na obra.

"Ainda para uma melhor diferenciação, os pequenos triângulos brancos que definem as juntas das letras como "n" e "p" são cortados mais fundo do que o normal. O entalhe branco pequeno e brilhante nas bordas ajudam a definir os caracteres individualmente. Ou seja, uma melhor diferenciação e individualização ajuda na legibilidade, porque leitores podem diferenciar as letras com mais facilidade", diz o capítulo do livro sobre Geneva.

Sobre as letras em caixa alta da fonte, Bigelow e Holmes afirmam que, mesmo levando em consideração que as caixas altas seguem o estilo padrão "grostesco", elas têm formas mais clássica, e são feitas para trabalharem bem juntas. Uma linha escrita apenas em caixa alta com a fonte Geneva cria uma padrão interessante e legível, e graças à largura estreita, também economiza espaço.

Será que a Geneva vem para ficar?

Via: Mashable

Facebook Geneva
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.