Como criar uma estratégia de marketing B2B para empresas de TI no LinkedIn

Por Colaborador externo

Por Daniella D'Andrea*

Refletir sobre uma estratégia de Marketing B2B no LinkedIn é um caminho fundamental para aqueles que anseiam trabalhar com a rede mais relevante para os negócios Business to Business. Muitas empresas desconhecem o potencial dessa rede que se transformou e hoje conta com milhões de usuários e tem força mundial. Com todos esses milhões de profissionais em um só lugar com certeza existem maneiras para atingir o sucesso B2B.

O LinkedIn pode ser um verdadeiro aliado para estratégias de Marketing com foco em geração de leads, especialmente se as empresas conseguirem fazer uso de todos os recursos que a plataforma oferece. A rede social facilita o networking entre profissionais de negócios, mas também pode ser vista como uma plataforma de interação entre usuários influentes do mundo inteiro. Isso é o maior diferencial do LinkedIn: conectar profissionais de diferentes áreas e com interesses distintos de forma simples e rápida.

Para aqueles que ainda não conhecem muito sobre a rede, vale destacar que o LinkedIn está entre as redes mais populares atrás apenas do Facebook e Twitter. A rede permite que os usuários se conectem a outros profissionais, sigam empresas, visualizem vagas, façam pesquisas específicas e interajam com conteúdos disponibilizados pelos usuários.

O primeiro passo é criar e otimizar a página da empresa no LinkedIn. Aqueles que já possuem uma página, vale rever se a imagem de perfil e de capa estão com qualidade boa e se todas as informações sobre a empresa foram devidamente preenchidas.

Então, é possível pensar em estratégias de marketing B2B que trarão resultados. Se você criou a página para a sua empresa e não realiza nenhuma postagem, deixando-a sem atividade, não adianta nada. Todo o conteúdo publicado pode atrair público e fazer com que os seguidores interajam com a sua página. Artigos, eBooks, vídeos, entre outros materiais podem aumentar significativamente a visibilidade da empresa e ganho de clientes em potencial.

Outra ação simples e efetiva é participar ou criar grupos de interesse. A rede permite que usuários localizem, participem e criem grupos para gerar negócios. É possível buscar por profissionais com cargos específicos do seu público-alvo e, a partir dos perfis, consultar os grupos que eles participam. Isso também vale para parceiros e clientes. A partir dos interesses deles, você pode localizar os grupos que podem ser expressivos para sua empresa.

Uma outra opção que poucas empresas tiram proveito é criar o seu próprio grupo no LinkedIn. Dessa maneira, é possível disponibilizar conteúdos ou quaisquer outras mensagens que forem relevantes para seu público e, com isso, gerar engajamento e interesse.

O LinkedIn pode ser usado também para gerar leads. Para isso, é preciso definir uma estratégia de conteúdo e target. Busque se conectar com tomadores de decisões de empresas que têm potencial para se tornarem clientes. Além disso, é muito importante criar textos personalizados para envio dos convites e outras mensagens que poderão ser enviadas através da rede. O ideal é que você tenha uma conta Premium na rede para conseguir acessar maior número de perfis e fazer análises mais específicas e detalhadas dos contatos. Depois disso, é importante compartilhar informações relevantes para atrair a atenção dos usuários e, quando oportuno, tentar estreitar a relação comercial por meios privados da plataforma como mensagens e InMail.

* Daniella D'Andrea é gerente de marketing da eWave do Brasil

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.