Chefe da diplomacia dos EUA afirma que Trump quer também o WeChat fora do país

Por Rubens Eishima | 06 de Agosto de 2020 às 16h05
Tudo sobre

TikTok

Saiba tudo sobre TikTok

Ver mais

O governo dos Estados Unidos quer remover das lojas de aplicativos chineses como o TikTok e o WeChat. A afirmação foi dada por ninguém menos que Mike Pompeo, chefe da diplomacia do país, cargo equivalente ao do Ministro das Relações Exteriores no Brasil.

Segundo Pompeo, os aplicativos citados “não são confiáveis”. Ele alega que a sede das empresas na China representa uma ameaça aos dados pessoais dos cidadãos norte-americanos, mas não apresentou provas ou deu maiores detalhes.

"Com as suas proprietárias baseadas na China, apps como TikTok, WeChat e outros são ameaças significativas para os dados pessoais de cidadãos dos EUA, sem mencionar as ferramentas do Partido Comunista Chinês para censura de conteúdo", afirmou o secretário em conversa com a imprensa.

EUA para os norte-americanos

O governo de Donald Trump estaria avaliando um plano para forçar o processamento e armazenamento de dados de usuários norte-americanos no próprio país, refletindo uma discussão levantada durante a elaboração do Marco Civil da Internet no Brasil.

A declaração foi feita menos de uma semana após o próprio presidente dos Estados Unidos ameaçar bloquear a rede social de vídeos. A possibilidade de banir o TikTok nos Estados Unidos foi afastada temporariamente após a Microsoft se apresentar como interessada em uma eventual aquisição do app chinês.

Fonte: CNBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.