CEO do LinkedIn distribui US$ 14 milhões em ações para funcionários

Por Redação | 03.03.2016 às 14:30

Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, decidiu abrir mão de US$ 14 milhões em ações recebidas como bonificação para distribuí-las aos seus funcionários. A decisão visa elevar a moral dos profissionais que trabalham na empresa após a forte queda no valor das ações da empresa.

Depois do anúncio dos resultados financeiros do LinkedIn, a empresa viu suas ações caírem 40%, saindo de US$ 192 para US$ 108. A empresa confirmou que essa foi a primeira vez que Weiner abriu mão de suas ações, mas agora o CEO da companhia está tentando encontrar maneiras de levar seus funcionários a acreditar na missão do LinkedIn e a valorizar a rede social.

Durante uma das reuniões de Weiner com seus funcionários, o executivo afirmou que a empresa não mudou depois da queda acentuada das ações e que os resultados voltarão a ser positivos em breve. "Nós somos a mesma empresa que estávamos no dia antes do nosso anúncios dos resultados. Eu sou o mesmo CEO, eu sou o mesmo de antes do nosso anúncio de resultados. Vocês são a mesma equipe do dia antes do nosso anúncio de resultados. E o mais importante, temos a mesma missão, visão e propósito em relação à nossa capacidade de criar oportunidades econômicas. Nada disso mudou", argumentou o CEO.

Weiner não é o primeiro CEO da área tecnológica a abrir mão de suas ações em prol dos seus funcionários. Jack Dorsey, CEO do Twitter, distribuiu um terço de sua participação acionária na rede social para seus funcionários em outubro, depois que muitos profissionais foram demitidos.

Fonte: Re/code

Fonte: http://www.businessinsider.com/linkedins-ceo-gives-his-14-million-stock-bonus-back-2016-3?utm_source=feedly&utm_medium=referral