CEO do Facebook diz que coleta dados de quem não usa o Facebook por "segurança"

Por Ramon de Souza | 11 de Abril de 2018 às 18h28
Divulgação
Tudo sobre

Facebook

Nesta quarta-feira (11), Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, concedeu um novo depoimento às autoridades norte-americanas a respeito de seu aparente descuido ao lidar com dados pessoais de seus usuários. Como se as polêmicas de terça-feira (10) já não tivessem sido o suficiente, o executivo surpreendeu ao admitir publicamente que, sim, a rede social realmente coleta dados até de quem não é inscrito na plataforma.

O assunto veio à tona quando o congressista Ben Luján questionou Zuckerberg sobre o porquê de a plataforma guardar perfis de pessoas que jamais se registraram lá. O CEO da companhia afirmou que a coleta de dados é feita por “questões de segurança”, para prevenir a raspagem de informações por parte de indivíduos mal-intencionados. Tal situação ocorre, por exemplo, quando um criminoso acessa o diretório de perfis do Facebook para obter nome e foto de algum cidadão para praticar engenharia social.

Porém, todos nós já sabemos que o Facebook também utiliza as informações de quem não é um utilizador do site para fins publicitários, cadastrando-aos em sua ferramenta de audiência direcionada. Questionado por Luján sobre a possibilidade de o internauta optar por não ter seus dados recolhidos, Zuckerberg respondeu que “qualquer pessoa pode desativar a coleta de informações para anúncios”, deixando subentendido que tal liberdade não engloba a coleta de dados para fins de segurança.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.