Brasil ajuda a impulsionar número de usuários e receita do Twitter

Por Redação | 23.02.2017 às 10:26

Com a saída de diversos executivos, uma reestruturação organizacional que tem gerado polêmicas e números não tão expressivos quanto antigamente, o Twitter não está enfrentando sua melhor fase. No entanto, não podemos dizer que a culpa é dos brasileiros.

Em 2016, a receita de publicidade da plataforma cresceu 30% no país, enquanto o crescimento global foi de apenas 13%. O aumento no número de usuários ativos mensais por aqui também foi maior do que a média mundial: 18% contra 4% na comparação anual.

Os dados foram divulgados por Fiamma Zarife, responsável pela diretoria geral do Twitter no Brasil. A executiva apontou o país como um motor de crescimento para a rede de microblogging, ficando em terceiro lugar no ranking de mercados com expansão mais rápida em 2016.

Um detalhe que chama a atenção é que, apesar do uso ostensivo de celulares no Brasil, apenas 70% dos usuários brasileiros usam dispositivos móveis para se conectar ao Twitter, enquanto no resto do mundo o índice médio é de 83%. Para Fiamma, essa é uma oportunidade para aumentar ainda mais o crescimento da plataforma por aqui.

Outra estratégia em que o Twitter está de olho e o uso de vídeo e eventos ao vivo como forma de publicidade. Basta olhar para o sucesso de interação durante o Super Bowl e as Olimpíadas para ter ideia da proporção e da força que os brasileiros têm na rede social.

No início deste mês, o Twitter registrou o crescimento mais lento da receita trimestral desde que começou a divulgá-lo há quatro anos, fazendo com que suas ações caíssem mais de 10%.

De qualquer forma, parece que os brasileiros estão ajudando a rede de microblogging a seguir em frente durante essa guerra de publicidades nas mídias sociais.

Fonte: Reuters