Após depoimentos de Zuckerberg, Facebook valoriza US$ 24 bilhões e ações sobem

Por Ramon de Souza | 13 de Abril de 2018 às 18h45
Tudo sobre

Facebook

Embora Mark Zuckerberg tenha passado por alguns apuros durante seus dois depoimentos oferecidos às autoridades dos Estados Unidos, tudo indica que o interrogatório valeu a pena. Como percebido pelo Financial Times, as ações do Facebook tiveram uma alta praticamente instantânea na tarde de terça-feira (10), dia em que o executivo se encontrou com senadores para discutir o escândalo de uso indevido de dados por parte da agência Cambridge Analytica.

Com a alta repentina, a rede social sofreu uma valorização de US$ 24 bilhões — um valor bastante expressivo para Zuckerberg e seus colaboradores, mas que ainda não consegue recuperar as perdas que o serviço teve desde o início do escândalo. De lá para cá, o valor de mercado da companhia diminuiu em aproximadamente US$ 80 bilhões. No momento em que esta matéria foi escrita, cada papel do Facebook custava US$ 165 (cerca de R$ 279), com um market cap de US$ 476 bilhões.

Os depoimentos de Zuckerberg deixam clara a forma como a rede social coleta e utiliza os dados de seus usuários — o CEO revelou, inclusive, que recolhe informações até mesmo de quem não possui uma conta lá. Por outro lado, o executivo também fez promessas interessantes para aumentar a privacidade dos internautas e prometeu se adequar à nova legislação europeia de proteção aos dados pessoais.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: Financial Times 

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.