Amigos em redes sociais fazem bem sim, diz estudo

Por Redação | 31.10.2016 às 19:24

Você, usuário assíduo de redes sociais, que já foi criticado por cultivar suas amizades virtuais, um estudo da Universidade da California San Diego mostra que ser o "amigão da galera" no Facebook pode trazer benefícios à sua saúde.

Um levantamento feito com cerca de 12 milhões de usuários do Facebook aponta que as pessoas com mais amigos na rede social tem 12% menos propensão a morrer (hein?) que outras pessoas menos conectadas. Entretanto, o estudo não entrou em detalhes paralelos ao uso das redes sociais, como fatores econômicos, familiares e outros que possam interferir na qualidade de vida dos usuários.

Entretanto, os benefícios são mais visíveis para os usuários que frequentam as redes sociais de forma moderada, porém regular, mantendo um contato saudável com seus amigos virtuais e fortalecendo os laços com os existentes no mundo real.

Segundo os pesquisadores, posts esporádicos com maior número de likes não fazem nada de especial para sua felicidade ou expectativa de vida. Ou seja, ter um grande número de estranhos curtindo seu perfil não traz felicidade.

De acordo com o levantamento, um dos principais pontos percebidos nas entrevistas é que a diferença entre a satisfação com amizades e reais e virtuais podem não ser tão grande assim para a mente humana. Ambas podem ser beneficiais para a saúde mental e física da pessoa.

“Esta evidência contraria afirmações de que mídias sociais podem ter um efeito negativo na saúde dos usuários", destaca o estudo.

Fonte: The Next Web