Agência de publicidade cria influenciador digital falso para denunciar fraudes

Por Ares Saturno | 19 de Fevereiro de 2018 às 17h24

A Forbes recentemente declarou que influenciadores digitais são extremamente úteis ao mercado de publicidade de produtos, uma vez que a população recorre às opiniões por eles registradas na web para decidir quais produtos comprar. Espera-se que, em 2018, os influencers cheguem a levantar mais de US$ 2 bilhões em vendas de produtos.

O problema é que tem se tornado cada vez mais fácil falsificar essa influência através de artifícios como a compra de seguidores e likes. Muitas dessas artimanhas para obter um perfil de sucesso nas redes sociais se baseiam em vender contas cheias de seguidores-fantasmas, que usam contas falsas. Nesse caso, as benesses de se entrar em acordo com um influenciador digital para que ele promova o produto de uma determinada marca vai por água abaixo, uma vez que o poder da propaganda exige que os seguidores tenham admiração e um relacionamento de confiança com os influencers.

Foi na tentativa de mostrar quão fácil é se tornar um influenciador digital falso que a empresa de publicidade H2H Human to Human Agency, especializada nesse tipo de propaganda, criou o Mermaid Project, um estudo que foi levado a situações extremas para entender o mundo dos influenciadores digitais falsos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O projeto acabou virando um documentário que pode ser assistido abaixo, com áudio e legendas em inglês:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.