Ações do Twitter sobem 5,7% após anúncio de Jack Dorsey como CEO da rede social

Por Redação | 06 de Outubro de 2015 às 08h33

O anúncio da efetivação de Jack Dorsey como CEO do Twitter refletiu positivamente nas ações da empresa, que subiram cerca de 5,7% na tarde desta segunda-feira (5). No fim do dia de ontem, as ações apresentavam uma alta de 3% em seu valor.

Como informa o TechCrunch, esse aumento nas ações da companhia representa duas coisas. A primeira é que o mercado aparentemente foi pego de surpresa com a confirmação, que até então era tratada como um rumor nos bastidores. Já a segunda é que os investidores estão satisfeitos com o retorno de Dorsey ao cargo. Segundo o Google Finance, o Twitter agora vale US$ 17,79 bilhões.

Dorsey é cofundador e autor do primeiro tuíte publicado na rede social. Entre 2007 e 2008, ocupou a função de CEO da rede, mas deixou o cargo, que até então era de Dick Costolo. Desde julho deste ano, Dorsey exercia o cargo de forma interina. Atualmente, o executivo também é o diretor-fundador da Square, plataforma especializada em pagamentos móveis.

"Não há ninguém melhor que Jack Dorsey para liderar o Twitter durante essa transição. Ele tem conhecimento profundo do produto e da missão do Twitter no mundo, bem como um ótimo relacionamento com a equipe de liderança da companhia", declarou Costolo.

Analistas afirmam que o principal desafio de Dorsey sob o comando do Twitter é elaborar novas estratégias para expandir a base de usuários do serviço. Uma das medidas seria tomar decisões mais rapidamente quanto aos conteúdos postados no site, em especial postagens de cunho ofensivo ou que disseminem ameaças, ódio e o chamado "pornô da vingança". Em notas obtidas pelo The Verge, Costolo cita que a empresa demora para corrigir essas situações e que essa atitude faz com que a corporação perca "usuário após usuário por não resolver problemas que surgem todos os dias".

No primeiro trimestre de 2015, o Twitter registrou uma perda líquida de US$ 162 milhões, contra US$ 132 milhões no mesmo período do ano passado. Até o final de março, a rede social possuía 302 milhões de usuários.

Fonte: TechCrunch

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.