Acionistas do Facebook recusam proposta de relatório sobre igualdade de gênero

Por Redação | 01.06.2017 às 17:58

De acordo com o site TechCrunch, acionistas do Facebook rejeitaram a proposta de um relatório envolvendo a igualdade salarial entre homens e mulheres de todas as raças e etnias. O documento deveria ser entregue até o fim deste ano, com o objetivo de reduzir as diferenças salariais entre gêneros.

Mediante a rejeição da proposta, o conselho de administração do Facebook justificou sua decisão sob o argumento de que a empresa já está realizando mudanças para diminuir a diferença de salário entre homens e mulheres há anos.

Em contrapartida, em apresentanção durante a assembleia anual de acionistas do Facebook, realizada nesta quinta-feira (1), Natasha Lamb — sócia-gerente da consultoria de investimentos Arjuna Capital — apresentou um estudo do Glassdoor, realizado em 2014, revelando que mulheres que atuam na área de engenheria de software recebem US$ 5.949 a menos em comparação ao salário dos homens do mesmo setor.

Lamb ainda reforça seu argumento, afirmando que o Facebook se coloca em posição de desvantagem por não mostrar liderança nessa área, pois empresas como a Intel e a Apple fazem relatórios detalhados a respeito da igualidade salarial.

Em pesquisa realizada em 2016 pelo Glassdoor, a disparidade do número de homens e mulheres que atuam na área de tecnologia nos Estados Unidos é bem pequena (em torno de 5,4%) e esse número cai ainda mais em outros setores da indústria.

Via: TechCrunch