Zuckerberg explica porque obrigou os usuários a baixar o Facebook Messenger

Por Redação | 07.11.2014 às 12:10

O Facebook tem feito várias mudanças para melhorar a experiência dos usuários na web e também em seus aplicativos móveis, mesmo que tenha cometido erros e fracassado em algumas tentativas de tornar alguns de seus aplicativos mais populares. A mais recente modificação feita pela rede social em um de seus apps foi separar a função de bate-papo do seu principal aplicativo e obrigar os usuários a realizarem o download do Facebook Messenger para poder conversar com seus amigos.

O CEO da empresa, Mark Zuckerberg, explicou durante uma sessão de perguntas e respostas online realizada na noite desta quinta-feira (06) o motivo real pelo qual optou por separar os aplicativos.

“Quisemos fazer isso porque acreditamos que isso oferece uma melhor experiência. A troca de mensagens está se tornando cada vez mais importante. Nos dispositivos móveis, cada aplicativo pode fazer bem somente uma coisa”, declarou Zuckerberg.

A intenção do Facebook era separar os aplicativos para tornar a experiência do usuário melhor, visto que muitos acessavam a rede social apenas para conversar com seus amigos. Pensando nisso, faz todo o sentido disponibilizar um aplicativo exclusivo para essa função. Com isso, o Facebook transformou o Messenger em um aplicativo relativamente bem sucedido e com muitos usuários. O próprio Zuckerberg informou que mais de 10 bilhões de mensagens são enviadas por dia no Facebook Messenger.

Ademais, um único aplicativo para ambas as funções, estava sobrecarregando os smartphones com configurações mais modestas, o que não era interessante para nenhum tipo de usuário da rede social.

O Facebook reconhece que existem diferentes tipos de usuários que possuem uma conta na rede social e, por isso, a única maneira para melhorar a experiência de cada um deles era separar as mensagens das atividades e do feed da rede social.

“Vimos que os principais apps de mensagens que as pessoas usam têm seus próprios apps. Esses aplicativos são rápidos e tem foco apenas na troca de mensagens. Você provavelmente vai mandar mensagens para outras pessoas 15 vezes por dia. Enviar mensagens é uma das poucas coisas que as pessoas fazem mais do que navegar nas redes sociais", declarou o criador da rede social.

Zuck ainda falou que o Facebook Messenger permite com que as pessoas respondam com maior rapidez as mensagens que recebem. “Sabemos que temos que ganhar confiança e mostrar que o aplicativo dedicado a conversas será realmente bom. Temos nossas pessoas mais talentosas trabalhando nisso”, explicou.

Fonte: http://www.slashgear.com/zuckerberg-answers-biggest-facebook-messenger-question-why-07354447/